COVID-19: após mais de uma semana, tribo Kiriri é vacinada em Caldas



Após mais de uma semana de espera, os indígenas da tribo Kiriri, em Caldas, no Sul de Minas, foram imunizados nesta terça-feira (2/2). A vacina estava prometida pelo Estado e a ansiedade aumentou depois que membros da tribo Xacuru Kariri foram vacinados. Antes de receberem as doses, eles fizeram um ritual tradicional de agradecimento.

De acordo com a prefeitura, 33 indígenas da tribo Kiriri foram vacinados. Eles aguardavam o lote prometido pelo Estado desde o dia 21 de janeiro. Na época, o município recebeu 123 doses da CoronaVac, que não foram suficientes para os dois grupos indígenas.

“Na primeira remessa de imunizantes contra COVID-19, a tribo Xucuru Kariri foi contemplada, o que gerou bastante polêmica”, explica assessoria de imprensa da prefeitura.

Caldas tem 211 indígenas vivendo em duas aldeias: 152 pessoas na tribo Xucuru Kariri de Caldas e 59 na Kiriri do Rio Verde. De acordo com a prefeitura, as doses a mais ficaram de ser enviadas no dia 22 de janeiro. “A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) justificou que na data da contagem dos indígenas, a tribo Kiriri ainda não havia sido reconhecida como residente no município. O que aconteceu oficialmente no dia 06 de janeiro, embora os indígenas residam em Caldas há mais de dois anos”, afirma.
As doses prometidas chegaram no munícipio nessa segunda-feira (1/2). “Neste lote, felizmente, foram recebidas as doses destinadas à tribo e uma quantidade adicional para a vacinação dos profissionais da linha de frente de combate à doença, tanto da rede pública, quanto privada”, ressalta.
Ainda segundo a prefeitura, ainda não houve registro de infecção pelo novo coronavírus entre os indígenas de Caldas.

Enviar um comentário

0 Comentários