Filosofia, perfil, entrevista: diretor do Atlético revela busca por técnico

 


O diretor de futebol do AtléticoRodrigo Caetano, explicou nesta terça-feira que busca um treinador que se encaixe no projeto do clube, para manter um jogo com intensidade, equilíbrio e utilização de atletas da categoria de base. O dirigente disse que o Galo terá cautela na escolha e fará entrevistas com os postulantes ao cargo.  

"Vamos ter a calma, sem ser lentos, dentro de uma rapidez, sem ser apressados para a escolha do novo comandante. Por mais que muitas vezes tenha sido divulgado, foi ontem que o Jorge Sampaoli nos comunicou oficialmente. Vamos, a partir de hoje (terça), debater o perfil daquele que será o comandante. Por conta da classificação direta para a fase de grupos da Copa Libertadores, o nosso entendimento é que temos tempo necessário para escolha", destacou.

Nessa segunda-feira, o Galo oficializou a saída de Jorge Sampaoli, que tem contrato verbalmente acertado com o Olympique de Marselha, da França. No comunicado, o Galo informou que aceitou a decisão do treinador de rescindir o contrato, após o Campeonato Brasileiro, e desejou boa sorte ao gringo.

Rodrigo Caetano disse que o projeto do clube é grandioso e atrativo para qualquer treinador no mercado. "Nós temos que ter a responsabilidade de fazer a escolha correta. Já vive situações parecidas. E o tempo e a paciência dizem que temos que ter a cautela para fazer a escolha correta. E não de forma açodada e daqui a quatro, cinco meses depois do Estadual ver que não era o perfil, não era o modelo de jogo. Nós vamos debater muito e se preciso for, e certamente será, vamos fazer entrevistas, dentro das possibilidades em relação ao COVID-19, com aqueles que nós identificarmos. Projeto é grandioso, projeto é atrativo, posso garantir para vocês, o elenco é formado ao longo do período e que portanto serão reforços pontuais. Nos resta levantar as carências e os nomes para aguardarmos a chegada do novo treinador", explicou.

O dirigente ressaltou a importância da base para o clube. "Filosofia: cada vez mais ter as categorias de base próximas para o decorrer do ano abrir espaço para os jovens. O projeto é do Galo e o treinador tem que ter esse entendimento. Ele será uma peça dentro da engrenagem. Esse é o espírito. Vamos ter a calma e a responsabilidade na escolha do treinador".

Caetano ainda destacou o modelo de jogo que o clube pretende seguir." O modelo de intensidade. Muita gente fala, mas isso não é praticado. E o Galo teve ao longe de todo Brasileiro isso com a marca. A ideia é que isso seja mantido. difícil falar em nome. Mas queremos uma equipe equilibrada, que ataque de forma intensa e que saiba se defender. Esse é o desejo".

"Esse negócio de tamanho, de nome de treinador. Acho que tem que ser um treinador que realmente possa estar encaixado no nosso projeto. E, por isso, vamos ter conversas internas até termos o nome. Entendo que desde ontem. entendo que desde ontem está sendo especulada uma enxurrada de nomes, especulações, peço a compreensão de todos vocês para que tenham entendimento de que vamos trabalhar conforme as minhas características, de forma silenciosa, sigilosa, acredito neste modelo de negociação para formar convicção com o presidente e o órgão colegiado. No dia que tivermos o nome, seremos os maiores interessados em comunicar o torcedor. Enquanto isso, que o torcedor tenha calma que vamos fazer o impossível para identificar e concretizar o futuro nome, com calma, cautela e respeito à instituição", acrescentou.

Enviar um comentário

0 Comentários