Lira garante a Guedes que 'caso Silveira' não vai atrapalhar auxílio emergencial e PEC emergencial


 

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), garantiu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que o caso envolvendo o deputado federal Daniel Silveira não irá parar os trabalhos da Câmara para aprovar as medidas da agenda econômica em discussão -- como a PEC emergencial e o auxilio emergencial. 

Segundo o blog apurou, Guedes demonstrou preocupação com a possibilidade de atraso na pauta econômica por conta da prisão de Silveira. Lira acalmou o ministro, afirmando que o país não vai parar por causa disso e que o 'caso Silveira' vai ser resolvido pelo plenário. 

Na manhã desta quinta-feira (18), Lira esteve com o presidente Bolsonaro (sem partido). Segundo fontes ouvidas pelo blog, a prisão de Silveira e seus possíveis desdobramentos não foram tratados no encontro, apenas a agenda econômica. 

O Planalto quer distância do deputado para evitar se envolver em uma crise institucional, principalmente com o judiciário

Nos bastidores da Câmara, está cada vez mais claro para a cúpula da Casa que os principais partidos de Centro e de oposição querem a manutenção da prisão de Silveira sob o argumento de que a Casa não pode proteger um deputado que abusa da imunidade parlamentar para cometer “excessos”. 

A avaliação do grupo de Lira é de que Daniel Silveira será penalizado e ficara inelegível ou pela Justiça, se houver o avanço da denúncia contra ele, ou pela Câmara, com a cassação de seu mandato. “O centro não se identifica com radicalismos”, afirmou ao blog um integrante da cúpula da Câmara. 

Hoje à tarde, Lira quer ouvir o sentimentos do líderes da Casa a respeito do caso do deputado. Se achar que tem ambiente, pode pautar em plenário o tema ainda nesta sexta-feira (19).

Fonte: G1 Política

Enviar um comentário

0 Comentários