Andradense morre após ser atropelado durante manifestação de caminhoneiros

 


Um caminhoneiro andradense morreu nessa última quarta-feira, 03, após ser atropelado durante uma manifestação de caminhoneiros próxima à Refinaria de Paulínia, no interior de São Paulo. Alexandre Batista Patrício, conhecido como Mão Branca, de 40 anos, foi levado para a Unicamp, mas não resistiu. 

A manifestação da categoria era contra a alta do diesel. Alexandre foi atropelado por um caminhão na entrada de um posto de gasolina. Ele foi socorrido em estado grave e encaminhado para o Hospital das Clínicas da Unicamp, onde foi atendido, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Polícia Rodoviária, Alexandre também fazia parte do protesto e foi atropelado acidentalmente por outro caminhoneiro.

Fonte: 

Enviar um comentário

0 Comentários