Ariel Mamede classifica jogos em casa como cruciais ao Boa Esporte: “Saber onde vai brigar na tabela”

 


O Boa Esporte não venceu e nem balançou as redes no Campeonato Mineiro e está na zona de rebaixamento após três rodadas. Para mudar o cenário, o técnico Ariel Mamede classifica sequência de dois jogos em Varginha, contra Coimbra e Uberlândia, como cruciais para a equipe definir em que lugar da tabela vai brigar no estadual. A falta de gols lembra o início do torneio de 2020.

- Viemos de uma sequência difícil, mas agora são dois jogos dentro de casa e isso é importante para nós. Nas três primeiras rodadas tivemos dois jogos fora, agora teremos uma sequência crucial para a gente definir em que lugar vai brigar na tabela – disse.

O comandante da Coruja aposta no trabalho que vem sendo na equipe boveta e vê o time evoluir a cada rodada, além de ter controle nas partidas. No entanto, ele destaca a necessidade dos três pontos para dar confiança à equipe.

- A gente sabe daquilo que vem fazendo, boas apresentações, vem conseguindo ter o controle dos jogos. Agora precisamos dos três pontos, que é o que vai nos dar confiança para seguir em frente – falou.

Nos três primeiros jogos, o Boa empatou um e perdeu dois. As duas derrotas foram fora de casa e ambas por 1 a 0 para América-MG e Athletic. A igualdade foi em Varginha: 0 a 0 diante do Pouso Alegre.

Falta de gols, igual 2020

No Campeonato Mineiro de 2020 o Boa Esporte só foi balançar as redes no quinto jogo disputado, em partida válida pela sexta rodada do estadual. Mesmo com o gol, a equipe foi derrotada em Varginha na oportunidade: 3 a 1 para o Villa Nova. O tento boveta foi anotado por Jefferson, que segue como titular da equipe.

Em termos de vitória, a tabela demonstra que a primeira no estadual do ano passado foi na quarta rodada: 3 a 0 diante da URT. Porém, o triunfo foi em jogo atrasado e é referente à sexta partida boveta no Mineiro de 2020. Os gols da Coruja foram de Cesinha, Gindre e Jefferson (ainda no time).

Na primeira fase do estadual do ano passado, o Boa Esporte conquistou três vitórias e marcou 10 gols, sofrendo outros 10. Dois triunfos ocorreram apenas no retorno da competição após a pausa durante a pandemia. A Coruja chegou à semifinal do Troféu Inconfidência, mas foi eliminada pelo Uberlândia nos pênaltis.

Sequência em casa

O Boa Esporte volta a campo na sexta-feira (12), às 19h, contra o Coimbra, no Melão. Na sequência, a Coruja tem novo jogo em casa: na quinta-feira (18), às 19h, diante do Uberlândia, em Varginha.

GE

Enviar um comentário

0 Comentários