Coluna Minas Gerais 09/03/2021

 


Cresce abandono de animais

Além de todos os impactos causados pela Covid-19 nas esferas econômica e da saúde, a pandemia também tem afetado a relação dos seres humanos no trato com os animais. Nos últimos meses, cresceu o abandono de cães e gatos em Uberlândia, segundo o presidente da Associação de Proteção Animal (APA) da cidade, Elson Torres Pereira. De acordo com o presidente da APA, o abandono dos animais cresceu 50%, na cidade, desde o início da pandemia. (Diário de Uberlândia)


 

Prefeito leva demandas a Zema

O presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde Entre os Vales do Mucuri e Jequitinhonha e prefeito de Poté, Nêgo Sampaio participou de uma reunião com o Governador Romeu Zema, na Cidade Administrativa em BH, junto com vários prefeitos da região. O prefeito apresentou ao Governador as demandas e pediu um olhar diferente de Zema para essa região, recordando que já passou por inúmeras dificuldades com o governo anterior, e que até hoje refletem nas economias locais. Falou das potencialidades minerais e econômicas da macrorregião, solicitando maior atenção dos órgãos governamentais, no sentido de investirem recursos e fomentarem o desenvolvimento da sofrida região nordeste do estado. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)


 

Araxá amplia Lei Seca

Com a inclusão dos 27 municípios que compõem a microrregião do Triângulo Sul na Onda Roxa do Programa Minas Consciente, a Prefeitura de Araxá ampliou a proibição total de venda de bebidas alcoólicas no município. A medida é válida até que ocorra a mudança na classificação da macrorregião por parte do Governo do Estado. A ação foi adotada na tentativa de reduzir o número de casos confirmados e, consequentemente, a quantidade de leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados na cidade. A proibição é válida para o comércio em geral, inclusive, supermercados e postos de conveniência em qualquer horário.. (Correio de Araxá)


 

Viçosa participará do Projeto

A primeira etapa da implantação do Projeto Saúde em Rede, contou com a presença do prefeito Raimundo Violeira e do secretário de Saúde, Júlio César de Abreu Cotta. O evento aconteceu no último dia 4 de março, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Conforme estabelecido no acordo de cooperação, assinado por Raimundo, Viçosa passa a fazer parte do Projeto Saúde em Rede que propõe a implementação de processos de educação permanente em saúde para ampliar as capacidades das equipes da Atenção Primária à Saúde e da Atenção Ambulatorial Especializada.. (Folha da Mata- Viçosa)


 

Arcos cria Hospital de Campanha

A Prefeitura de Arcos criou o primeiro Hospital de Campanha em combate à covid-19. O Hospital já funciona no prédio da Fundação Municipal de Saúde (Fumusa) desde sábado, 6. Conforme informado pela prefeitura, a criação do hospital tem o objetivo de centralizar os primeiros atendimentos de infectados para evitar que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus tenham contato com pacientes com outras doenças, podendo infectá-los também. Anteriormente, os atendimentos eram feitos no Hospital São José e nos Postos de Saúde da Família (PSF’s).. (Jornal Cidade MG- Lagoa Prata)


 

Retrato do rio Pandeiros

A bacia do rio Pandeiros, no Norte de Minas, uma das mais importantes na formação da bacia hidrográfica do rio São Francisco, vai ser revitalizada. O diagnóstico do sistema já está sendo feito pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que contratou os serviços que incluem a elaboração do projeto de engenharia hidroambiental da área. O investimento do governo federal, por meio da Codevasf, é da ordem de R$ 314 mil. A ação faz parte do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do São Francisco. (Jornal O Norte- Montes Claros)


 

Leopoldina poderá ganhar Arquivo Histórico

Preservar a história do Município. Esse é o objetivo de uma parceria que está sendo criada entre a Câmara Municipal de Leopoldina e a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer, Turismo e Cultura.Nas tratativas iniciais, José Augusto Cabral, Presidente da Câmara, Victor Guilherme Pereira Fernandes, Secretário Municipal de Esporte, Lazer, Turismo e Cultura, e Sarom de Oliveira Durães, Superintendente de Desenvolvimento Artístico e Cultural, discutiram alternativas eficientes para localizar e proteger os documentos históricos do município. (Jornal Leopoldinense- Leopoldina)

Enviar um comentário

0 Comentários