Com nove peças para formar meio-campo, Atlético repensa busca por volante

 


Quando Jorge Sampaoli ainda era o treinador do Atlético, as contratações de um zagueiro e um volante eram prioridade. No entanto, com a chegada de Cuca, o alvinegro está repensando a ida ao mercado da bola. Na defesa, só deve buscar um novo jogador se negociar algum atleta. No meio-campo, são nove peças para três vagas. Por isso, o clube não deve ir atrás de novas alternativas para o técnico Cuca.


“E, na questão do volante, estamos hoje com nove jogadores no meio-campo, que devem disputar três posições no meio-campo, isso depende da escalação do treinador”, disse o presidente Sérgio Coelho, em entrevista exclusiva ao Superesportes

Apenas Jair e Allan são volantes de origem no elenco principal do Atlético. Além deles, Zaracho, Calebe, Dylan e Nathan já fizeram a função no clube (Nacho Fernández e Hyoran jogam mais avançados). Com a grande versatilidade, o alvinegro só buscará um novo jogador para a posição se for o desejo do técnico Cuca.

“A gente fica esperando a avaliação do treinador para depois a gente tomar as medidas que achamos adequadas. Mas sabemos que temos um plantel muito bem reforçado. Esse é o pensamento do presidente, não do treinador, que ainda não conversei com ele, mas nosso plantel, hoje, não precisaria de reforços”, completou.

Aposta na base


Sérgio Coelho acredita que o elenco atleticano ainda vai ganhar mais uma importante peça para o meio-campo. A solução virá da base: o volante Neto, que estreou profissionalmente pelo clube em 2018, aos 16 anos.

“Temos a grata surpresa de um volante novo da base, que está se destacando muito, que é o Neto, um garoto muito novo e que a gente pode contar com ele”, concluiu.

Super Esportes

Enviar um comentário

0 Comentários