Cruzeiro: técnico explica por que não escala Sobis e Moreno juntos no time

 


Rafael Sobis e Marcelo Moreno atuaram juntos poucos minutos nos jogos do Cruzeiro sob o comando do técnico Felipe Conceição. Questionado sobre o tema, o treinador disse que pretende montar um time equilibrado e que ambos estarão simultaneamente em campo apenas em casos excepcionais para não expor a equipe.

"É difícil (a escalação dos dois juntos). A gente está experimentando esta alternativa mais em final de partida, em uma situação adversa, que a gente precisa mais homens na frente, mas você expõe o sistema defensivo. Então, a gente está procurando equilíbrio para a equipe, procurando um futebol mais agressivo, de maior intensidade. É difícil iniciar uma partida com os dois. Não que não vá acontecer, mas tem que ser um processo e que a gente confie que isso será o melhor caminho. Hoje, não é", frisou Conceição.

Felipe Conceição começou a temporada com Rafael Sobis no comando do ataque. Contudo, o experiente jogador de 35 anos não rendeu o esperado. Em seis jogos, ele não marcou nenhum gol.

Nas duas primeiras partidas do Campeonato Mineiro, Marcelo Moreno não foi utilizado. Depois, entrou no segundo tempo nos jogos contra URT (2 a 0) e São Raimundo-RR (1 a 1). Ganhou a titularidade na vitória sobre o Athletic, jogo no qual marcou o gol da vitória celeste por 1 a 0. Na derrota para o América (1 a 0), atuou os 90 minutos. Ambos jogaram juntos pouco tempo nas duas últimas partidas.

Coletivamente, o Cruzeiro ainda não se encontrou na temporada. O ataque é um dos setores mais criticados pela torcida. No Campeonato Mineiro, a Raposa marcou apenas quatro gols em cinco jogos. Outros cinco times (Atlético, América, Athletic, Tombense e Pouso Alegre) balançaram as redes mais vezes do que o clube estrelado.

Enviar um comentário

0 Comentários