Homem que matou esposa por causa de geladeira aberta é morto a tiros no Sul de Minas

 


Um homem acusado de matar a companheira a facadas em outubro de ano passado em Bandeira do Sul, no Sul de Minas, foi morto a tiros na última quarta-feira, 17. Indivíduos atiraram enquanto a vítima estava em um veículo.

De acordo com a Polícia Militar, Adílio Sérgio Gomes estava de carro quando foi perseguido e abordado por pessoas que atiraram nele. As cápsulas deflagradas ficaram espalhadas no local.

A Polícia Militar foi acionada, mas nenhum suspeito foi localizado. Adílio havia sido candidato a vereador nas últimas eleições em Bandeira do Sul.

A vítima dos disparos foi acusada de matar sua companheira, Roberta Camile de Araújo Silva, em outubro do ano passado com 13 facadas. O crime ocorreu após um desentendimento entre os dois em uma chácara por conta de uma geladeira aberta. Ao retornarem para casa, a discussão seguiu e o homem acabou matando a companheira.

Adílio chegou a ser preso, mas já estava em liberdade.

Enviar um comentário

0 Comentários