Lavrador diagnosticado com Covid é preso por colocar pessoas em risco

 


A Polícia Civil prendeu um agricultor, de 48 anos, por descumprimento do isolamento após ser diagnosticado com a Covid-19. A prisão ocorreu na manhã desta quinta-feira (11), no Ceasa de Pouso Alegre, no bairro Cruz Alta, às margens da rodovia Fernão Dias. A prisão foi em flagrante e o homem foi encaminhado à delegacia de Pouso Alegre.

De acordo com a Polícia Civil, houve uma denúncia anônima de que o lavrador, natural de Cachoeira de Minas, cidade vizinha a Pouso Alegre, tinha levado sua mercadoria para comercializar no Ceasa, mesmo após ter o exame de laboratório confirmado para a COVID. A Data do diagnostico foi no dia 08/03 e os sintomas surgiram no dia 02/03, ou seja, o produtor rural estava dentro do prazo que deveria cumprir o isolamento em quarentena.

Diante do perigo de transmissão de contágio por doença grave, uma equipe da polícia se deslocou até a central de abastecimento e encontrou o agricultor trabalhando normalmente. “Nossa equipe foi imediatamente ao centro de comércio de insumos agrícolas para apurar a situação e encontramos o suspeito, com o exame de COVID-19 com resultado positivo, trabalhando normalmente em contato com outras pessoas, colocando em risco a saúde pública, desrespeitando a lei e diretrizes da pandemia”, explica o delegado de Cachoeira de Minas, Ricardo Maximiano, que recebeu a denúncia. O lavrador foi conduzido para a delegacia de polícia em Pouso Alegre, onde foi confirmado o flagrante. O homem pode responder pelo crime de colocar pessoas em perigo de contágio de moléstia grave e por infringir determinação do poder público que visa impedir propagação de doença contagiosa.

O lavrador foi encaminhado para o presídio de Santa Rita do Sapucaí para medidas de isolamento e prevenção ao COVID-19.

Fonte: Terra do Mandu

Enviar um comentário

0 Comentários