Macrorregião Centro-Sul e parte da Sudeste entram para a onda roxa

 


A macrorregião Centro-Sul e algumas microrregiões da macro Sudeste, incluindo Juiz de Fora, adotam, a partir do último final de semana, as medidas restritivas da onda roxa do plano Minas Consciente. O objetivo é conter a transmissão da covid-19 para restabelecer a capacidade assistencial nas cidades e preservar a rede hospitalar de todo o estado. Sul de Minas segue na Vermelha.

A decisão foi tomada de forma consensual após os representantes do Governo do Estado se reunirem com os gestores municipais da área de Saúde para apresentar a evolução da pandemia e o agravamento do cenário epidemiológico nas respectivas regiões.


Serviços Essenciais

Nessa fase – que, a princípio, tem duração de 15 dias – só é permitido o funcionamento de serviços essenciais e a circulação de pessoas fica limitada aos funcionários e usuários desses estabelecimentos. O deslocamento por qualquer outra razão, com exceção dos trabalhadores envolvidos com as atividades essenciais, deverá ser justificado. A fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar.

Algumas atividades essenciais, a exemplo de siderurgias, borracharias e serviços de delivery, que precisam funcionar durante a madrugada, não terão restrições do toque de recolher, entre 20h e 5h.

Fonte: Agência Minas

Enviar um comentário

0 Comentários