PM fiscaliza aglomerações e presta apoio às operações municipais em Minas

 


A Polícia Militar tem fiscalizado e impedido aglomerações e festas clandestinas em todo o estado, desde a entrada de todas as macrorregiões mineiras na onda roxa do Plano Minas Consciente. A corporação também presta apoio a iniciativas municipais que buscam assegurar o cumprimento das medidas de isolamento social, necessárias para conter a disseminação de covid-19 neste momento de intensificação da pandemia.

Durante o período em que a onda roxa está em vigor, por determinação do Comitê Extraordinário Covid-19, foi ampliado as vistorias em estabelecimentos comerciais e locais públicos, além de aumentar o efetivo de militares envolvidos nessas fiscalizações, como explica a capitão Layla Brunella, porta-voz da PMMG.

Em Lavras neste fim de semana, fiscais da Vigilância Sanitária, com o apoio da Polícia Militar, percorreram diversos pontos da cidade, fiscalizando se o decreto estadual está sendo cumprido. Em Lavras a prefeitura criou nas plataformas PlayStore e AppleStore, que pode ser baixado no celular, onde o munícipe pode fazer denúncias.

Em Araçuaí, sete pessoas foram presas naquela cidade, que fica no Vale do Jequitinhonha, na sexta-feira, dia 19, por estarem fazendo uma festa em frente à Secretaria de Saúde do município, com som alto e bebidas. Segundo a polícia, o grupo não usava máscara e descumpriu as medidas de distanciamento social.

Em Uberlândia, na região do Triângulo Mineiro, a Polícia Militar realizou uma operação no entorno da Represa de Miranda para prevenir e repreender festas e outros eventos no local. Na fiscalização foram usados patrulhamentos aquático, aéreo e terrestre.

Uma embarcação que estava sendo conduzida por um menor de idade foi apreendida. Outros dois barcos foram notificados por apresentarem irregularidades na documentação. Além disso, a ação também gerou 14 notificações de trânsito e a remoção de três veículos.

No sábado, dia 20, os militares também participaram de uma operação conjunta com as prefeituras de Divinópolis e Cajurú, municípios do Centro-Oeste mineiro. O patrulhamento preventivo ocorreu nas proximidades do Lago das Roseiras, em Divinópolis, e nos locais conhecidos como Paredão, Retiro do Lago e Barragem do Gafanhoto, em Carmo do Cajuru.

Durante a fiscalização, uma pessoa que estava com mandado de prisão em aberto foi detida. A PMMG e os órgãos municipais também autuaram motoristas e removeram veículos por infrações de trânsito.

Dezesseis estabelecimentos comerciais foram vistoriados na operação "Pacto pela Vida", feita em parceria pela Polícia Militar e pelo município de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A fiscalização orientou os funcionários e notificou dois empreendimentos.

Já em Justinópolis, distrito de Ribeirão das Neves, na Grande BH, um bar que estava aberto e recebendo clientes teve atendimento interditado por militares, após denúncia anônima.

Jornal de Lavras

Enviar um comentário

0 Comentários