Polícia Civil faz operação para prender quadrilha que aplica golpe do bilhete premiado no interior de SP e MG



A Central de Polícia Judiciária de Assis (SP) deflagrou nessa segunda-feira (1º) uma operação para prender integrantes de uma quadrilha que aplicava o chamado “golpe do bilhete premiado” em várias cidades do interior de SP.

As investigações começaram em julho do ano passado, após dois golpes terem sido aplicados no intervalo de 20 dias na região.

Segundo a polícia, os mandados são cumpridos nas cidades de Londrina (PR), onde moram os principais integrantes da quadrilha, Ibiporã (PR), Rancho Alegre (PR) e Poços de Caldas (MG).

A polícia identificou os suspeitos após trabalho de Inteligência policial e captações de imagens (bancárias, pedágios, abordagens de vítimas). Com os indícios levantados pela investigação, a Polícia Civil descobriu uma associação criminosa que aplicava os golpes em pelo menos oito cidades do interior de SP.

Só em Assis, foram 13 crimes cometidos pela quadrilha. Com as investigações foram esclarecidos outros 15 casos do golpe aplicados em Cândido Mota, Araçatuba, Bauru, Marília, Ourinhos, Santa Cruz do Rio Pardo e São José do Rio Preto.

A partir das investigações, foram decretadas as prisões temporárias de dez integrantes da quadrilha, 14 buscas residenciais, sequestros de bens móveis e imóveis, principalmente veículos, bem como bloqueio do dinheiro existente nas contas bancárias dos indiciados.

A operação conta com o apoio de 60 policiais civis, 15 viaturas da área do Deinter-8, além do apoio da 10ª Subdivisão Policial de Londrina para os procedimentos de Polícia Judiciaria.

G1 Sul de Minas


Enviar um comentário

0 Comentários