PUC Minas Poços de Caldas doa 5 mil litros de álcool e 500 coletores à Prefeitura

 


A PUC Minas Poços de Caldas entregou à Prefeitura Municipal nesta última quinta-feira, 25 de março, materiais que serão utilizados na rede pública de saúde da cidade. A doação do Campus totaliza 5 mil litros de álcool 70% e 500 coletores para material perfurocortante com capacidade de 13 litros cada.

A Universidade contribuirá ainda com 20 mil coletores de urina e 200 espéculos, que estão em processo de aquisição. A doação atende a uma solicitação da Secretaria Municipal de Saúde, que tem como base os acordos de contrapartida estabelecidos entre a PUC Minas e a Prefeitura Municipal de Poços de Caldas a partir da implantação do Curso de Medicina.

A iniciativa desta semana dá continuidade a uma série de ações que consolidam a parceria entre a Universidade e o governo local na pandemia. Em 2020, um investimento da PUC Minas Poços de Caldas no valor de R$ 1,2 milhão contribuiu com o Hospital de Campanha e as unidades de saúde do município que pertencem ao Sistema Único de Saúde (SUS). O aporte permitiu a aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), materiais de higienização, termômetros e respiradores, por exemplo.

"A Universidade assume o compromisso de ajudar a minimizar os problemas causados pela pandemia, especialmente neste momento crítico. Esperamos que em breve todos estejam vacinados e, até lá, seguiremos com ações de apoio, sempre orientadas pela ciência", destaca o Pró-reitor Adjunto da PUC Minas Poços de Caldas, Professor Iran Calixto Abrão.

O secretário de Saúde de Poços de Caldas, Carlos Mosconi, ressalta: "Nesses momentos de sofrimento coletivo e aflição de toda a população, a parceria entre instituições de credibilidade e sensibilidade, como é o caso da PUC Minas, é de uma importância vital. Aqui em Poços, ficamos gratos pela presença da PUC, que sempre está integrada nas questões que são importantes para a comunidade. Somos reconhecidos pelo trabalho que a PUC desempenha aqui na cidade."

A PUC Minas está, desde quinta-feira, em luto oficial pelas mais de 300 mil pessoas que perderam suas vidas em decorrência da Covid-19. O decreto é válido por três dias, mas as ações de enfrentamento da pandemia e conscientização da população têm sido permanentes, especialmente no contato com a comunidade acadêmica.

Enviar um comentário

0 Comentários