Secretário de Saúde faz apelo a prefeitos mineiros e população para manter isolamento

 


O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, fez um apelo aos prefeitos e à população mineira para o cumprimento das medidas restritivas impostas pela onda roxa do plano Minas Consciente. Ele afirmou que o isolamento social é uma decisão humanitária que tem como principal objetivo preservar a vida dos mineiros e garantir atendimento hospitalar a todos os doentes.

Em reunião também nesta quarta-feira, o Comitê Extraordinário Covid-19 decidiu manter a onda roxa em todo o estado pelo menos até o domingo de Páscoa (4/4).

Nesta fase, são permitidos apenas o funcionamento de serviços essenciais, entre outras normas mais rígidas para diminuir a circulação de pessoas e frear o contágio. “É muito importante destacar o papel do prefeito e dos municípios em relação à adesão à onda roxa. Há regiões que já estão com quase 100% de leitos ocupados e continuam permitindo várias atividades que o Minas Consciente, na onda roxa, não permitiria. É importante a responsabilidade de cada gestor municipal no enfrentamento dessa doença. É muito cedo para qualquer município fazer qualquer tipo de flexibilização”, afirmou Fábio Baccheretti, lembrando que, diferentemente de outros momentos da pandemia, não é possível transferir pacientes para outras cidades, já que todas as macrorregiões estão com taxa de ocupação elevadas.

Enviar um comentário

0 Comentários