TJMG lamenta as 300 mil mortes por covid-19



 Com grande consternação, tomamos conhecimento de que no dia de hoje o Brasil já contabiliza mais de 300 mil mortes pela covid-19, desde a primeira vítima no dia 12 de março de 2020. Milhares de pessoas que perderam a vida, por causa do novo coronavírus, não se despediram dos seus entes queridos.

 Por trás da frieza dos números, há um brasileiro ou brasileira, cada um com suas histórias, seus sonhos, suas dores e seus amores. Trata-se, pois, de uma grande tragédia, que marcará para sempre a humanidade.

 Neste momento, estamos travando uma verdadeira guerra contra o vírus. Para vencermos essa batalha, precisamos continuar seguindo rigorosamente, e sem descanso, as medidas indicadas pelas autoridades sanitárias do Brasil e do mundo para reduzir a transmissão do novo coronavírus. O controle da pandemia depende, em grande parte, das atitudes de cada um de nós.

Sei que em meio a essa pandemia e em razão dela, emerge uma crise econômica avassaladora, talvez uma das mais graves de toda a história, com alto índice de desemprego, queda da produção, do comércio e dos negócios em geral, sem oportunidades para novos empreendimentos. O nosso Tribunal de Justiça tem envidado todos os esforços para que haja uma prestação jurisdicional contínua e célere, mesmo que de forma remota, evitando-se maiores prejuízos aos jurisdicionados, estando atento às medidas restritivas que possam extrapolar o razoável.

 Nossas sinceras condolências e solidariedade a cada uma das pessoas que perderam familiares e amigos para a pandemia de covid-19. Em respeito, decretamos, nesta data, luto oficial de três dias no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. As bandeiras do Brasil, de Minas Gerais e do Judiciário serão hasteadas a meio mastro. 

Que Deus nos proteja a todos.
Desembargador Gilson Soares Lemes

Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Enviar um comentário

0 Comentários