Agenda 21 & Cidadania - TERRA NOSSA DE CADA DIA!

 


A Organização da Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco intitula o dia 22 de abril como “Dia Internacional da Mãe Terra”. 

Criada em 1970 em um momento de agravamento da questão ecológica global, esta é uma data para reconhecer a importância do planeta, e para refletir sobre como podemos colaborar para proteger a Terra. Apesar dos alertas sobre a degradação ambiental, os governos e os diferentes setores desenvolvimentistas da sociedade preferem seguir o caminho do crescimento econômico em busca de uma prosperidade insana e insensata, dominando a natureza e a exploração das riquezas ambientais e elevando de forma assustadora a poluição e o rejeito dos resíduos sólidos. Como resultado do crescimento demoeconômico desregrado, a temperatura da Terra subiu e a saúde dos ecossistemas regrediu. O Planeta não está apenas esquentando, mas esquentando em velocidade sem igual. A humanidade está caminhando para um território desconhecido e uma temperatura nunca vista. O aquecimento global não é um problema qualquer. As consequências devastadoras do aquecimento global não são uma calamidade desenhada em um futuro distante. Ao contrário, as mudanças ambientais se transformaram em “emergência climática”, presente no cotidiano das atuais gerações. No Brasil atual, o governo sofre a crescente perda da credibilidade internacional pela falta de política confiável para a Amazônia e por políticas de gestão que dificultam o trabalho ambiental no País.  A questão ambiental, com foco no desenvolvimento sócio econômico sustentável, será essencial no debate político das eleições de 2022. Para lutar contra a possibilidade de uma Terra inabitável e inóspita, uma conscientização ambiental por ações que melhorem o mundo, em especial nosso País - sejam mudanças no estilo de vida que reduzam as emissões, ações sobre poluição por plásticos, proteção de espécies, ensinamentos de universidades e escolas, plantações de árvores, descarte do lixo urbano, proteção de ecossistemas, etc. Desde a década de 90, o Dia da Terra é reconhecido mundialmente como um dia em que ações são feitas e compartilhadas a favor de mudanças no comportamento humano e nas políticas globais em relação à natureza. Nesse tempo de isolamento social, em casa, as ações envolvem uma mudança de rotina e prática de novos hábitos que podem ajudar a natureza. Nunca é tarde para aderir ao desenvolvimento sustentável! Se havia alguma dúvida, antes da pandemia sobre a emergência climática, 2020 se tornou um divisor de águas sobre a necessidade de construirmos um mundo melhor que o de antes, para a preservação do futuro da Terra.


“É triste pensar que a natureza fala e que a humanidade não a ouve”

Victor Hugo

Alencar de Souza Filgueiras

Presidente do Fórum Agenda 21 Local. 

Presidente do Conselho Fiscal do IBAPE-MG

Contato: agenda21localvarginha@gmail.com


Enviar um comentário

0 Comentários