AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Agenda Vinte um - 16/04/2021

         


                                       

 UMA GUERRA HUMANA OU ESPIRITUAL?

“ A distância entre um problema e a solução, é a distância entre o joelho e o chão” Charles Spurgeon. Mesmo que alguns céticos discordem, acredito com convicção que é o caminho.  O mundo está cada vez mais mundano. Atualmente, nossos problemas pessoais se tornaram ínfimos quando comparados com os nossos problemas mundiais.  A sensação de impotência é enorme. Políticas públicas desprovidas de interesses públicos e a serviço de interesses escusos, disputas doentias pelo poder tanto material quanto social há muito deixaram de ser algo puramente humano. A sensação é que estamos em meio a uma grande batalha espiritual entre o bem e o mal, a ser vencida.  Em meados do século passado a previsibilidade de guerras biológicas, extremamente letais, assumiram o posto do grande temor da humanidade, desbancando todo o aparato bélico e até mesmo as armas nucleares.  Numa explanação, intitulada “The next outbreak? We’re not ready”  (“O próximo surto? Não estamos prontos”) 2015, Bill Gates abordou justamente o surgimento desta nova ameaça, os microrganismos, capazes de provocar a morte de milhões de pessoas nas próximas décadas, “não mísseis, mas micróbios”. Pasmem, ele já estava alertando para o chamado Bioterrorismo.  Dai a pergunta, até que ponto o ser humano é capaz de chegar, por propósitos nada humanos? São tantas as demonstrações de falta de limites que as possibilidades de resposta são assustadoras. Um bom exemplo é a atual pandemia. Em algum momento, havendo a comprovação de intencionalidade, mesmo com um poder devastador, o vírus seria menos aniquilador que o comportamento humano.  O que estamos vendo em meio a todas estas desgraças? Oportunistas de todas as escalas e segmentos vislumbrando obter vantagens em meio ao caos instalado.  Desinformações propositais e situacionistas, medidas sanitárias seletivas e conturbadas, protocolos de tratamento e combate segundo ideologias nada científicas, distanciamentos que destroem pessoas e sentimentos, etc não são do homem segundo a imagem e semelhança de Deus.Parece até teoria da conspiração. Penso que não. Estamos diante de uma provável e assustadora ameaça biológica criada pelo próprio homem. Intencional ou não, nunca saberemos, ao certo. Fato é que não estávamos preparados e tudo que nos foge ao controle entregamos nas mãos de Deus.


Engª Civil Stella Maria Sulz Barbosa
Vice-Presidente do Fórum da Agenda 21 Local
Contato: agenda21localvarginha@gmail.com


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.