Dois clássicos e um gigante do Uruguai: Mancini começa sequência dura no Corinthians

 


Depois de empatar sem gols contra o River Plate, lanterna do Campeonato Paraguaio, na estreia da Copa Sul-Americana, o Corinthians de Vagner Mancini terá uma dura sequência de jogos pelo frente.

Serão dois clássicos válidos pelo Campeonato Paulista, um duelo com uma potência sul-americana e, para fechar o desafio, uma viagem para o Peru. A sequência tem:

- Santos, domingo, às 20h, na Vila Belmiro, pelo Paulistão;

- Peñarol, na quinta-feira, às 19h15, na Neo Química Arena;

- São Paulo, no domingo, dia 2 de maio, na Neo Química Arena;

- E, ainda o Sport Huancayo, na quinta-feira dia 6, no Peru.

 

A situação no Paulistão é tranquila. Com 18 pontos em nove partidas, o Timão lidera seu grupo e tem classificação bem encaminhada para as quartas de final. Além dos clássicos, o time de Mancini faz jogo com o Novorizontino, em Itaquera, antes de fechar a primeira fase.

Na Sul-Americana, o Timão largou atrás do Peñarol na disputa pela única vaga que o grupo oferece para a fase oitavas de final. O time uruguaio venceu o Huancayo por 5 a 1 em sua estreia no torneio. 

Embora a diretoria tenha bancado Mancini publicamente e garanta que ele iniciará o Brasileiro no cargo, o contrato do técnico com o Timão não prevê multa em caso de rescisão, o que pode facilitar uma saída em caso de uma decisão conjunta.

A princípio, porém, a ideia da diretoria é fortalecer Mancini para que o projeto de futebol de 2021 seja desenvolvido com redução de despesas e aposta na juventude.

Com 37 partidas comandadas desde que chegou ao Timão no ano passado, Vagner Mancini acumula 16 vitórias, 12 empates e nove derrotas. O aproveitamento atual é de 54% dos pontos.

GE

Enviar um comentário

0 Comentários