Governo de Minas Gerais apresenta balanço do IPVA 2021

 


Após o vencimento da terceira e última parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2021, em Minas Gerais no último dia 31 de março, a arrecadação chegou a R$ 4,53 bilhões, o equivalente a 72% do total emitido para o ano. Desse valor, 46,49% foram quitados em cota única, com desconto de 3%, e 53,51% de modo parcelado. Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda, os proprietários de veículos que ainda não quitaram o débito podem pagar diretamente nos terminais de autoatendimento ou nos guichês dos bancos credenciados, bastando informar o número do Renavam. 

O valor devido já sairá atualizado com multa e juros.  

Quem optar por emitir uma guia de arrecadação do IPVA, deve acessar o site www.fazenda.mg.gov.br. Vale lembrar que o pagamento em atraso do IPVA gera multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia), multa de 20% após o 30º dia e juros Selic calculados sobre o valor do imposto ou das parcelas, conforme o caso.  

Os agentes credenciados são Banco do Brasil (Mais BB e Banco Postal), Bradesco, Sicoob, Mercantil do Brasil, Santander, Caixa Econômica Federal e Casas Lotéricas. Além disso, estar em dia com é uma das exigências para que o veículo esteja regularizado junto à autoridade de trânsito e seja apto a circular. 

Os recursos obtidos com o imposto são distribuídos da seguinte maneira: 40% vão para o caixa único do Tesouro Estadual; 40% são destinados para o município de emplacamento do veículo; 20% vão para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb).

Enviar um comentário

0 Comentários