Greve na Caixa Econômica Federal não muda o atendimento em Varginha

 


Trabalhadores da Caixa Econômica Federal entraram em greve ontem, terça-feira (27). A paralisação será por um período de 24 horas. Serão realizados apenas serviços essenciais. Em Varginha, nada muda. Até porque já são realizados apenas serviços essenciais nas duas agências da cidade: auxílio emergencial, PIS e FGTS. Outros atendimentos, como abertura de conta, trocar senha, operações que exigem a presença de um funcionário, devem ser agendados pelo telefone (35) 3690-3000. Ou e-mail ag0163@caixa.gov.br. Cerca de 30% dos trabalhadores trabalham na agência. O restante está em home office. O horário de atendimento da Caixa em Varginha é de 8h até 13h. 

Reivindicações

O diretor do Sindicato dos Bancários de Varginha e Região, Marcelo Pizzo informa que a principal reclamação dos trabalhadores é o fato de que a vacina não é prioridade para os bancários. “Até porque outros setores também precisam ser imunizados. Mas a Caixa nem deu bola para a vacina contra a gripe, não contratou ninguém, é um preventivo. Nos momentos mais difíceis, a Caixa está de portas abertas para receber a população. Agora é hora de cuidar dos trabalhadores, que são patrimônio do banco. Já são 60 mortes de funcionários da Caixa em todo o país. Temos colegas, aqui em Varginha mesmo, intubados, esposa também”. Outra queixa é a abertura de capital da Caixa Seguridade, subsidiária da CEF. Pizzo explica que a Caixa tem produtos para dar lucro e patrocinar ações sociais. “O lucro das loterias vai para hospitais, a Caixa Seguridade também financia ações sociais. É um lucro de R$ 5 bilhões por ano [da Caixa Seguridade]. E querem vender essa subsidiária”. A Caixa pretende criar uma subsidiária chamada Banco Digital, com outro CNPJ, e transferir para esta nova empresa todas as operações sociais do banco, como pagamentos do Bolsa Família, Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida (que será substituído pelo Casa Verde e Amarela). O movimento sindical vê as ações como uma tentativa de privatizar a estatal. Os trabalhadodem o pagamento integral da participação nos lucros e resultados.

Enviar um comentário

0 Comentários