AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Ministério da Saúde diz que Varginhenses podem ter recebido doses trocadas da vacina contra a Covid-19



 Cerca de 43 pessoas podem ter recebido doses trocadas da vacina contra a Covid-19 em Varginha, ou seja, tomaram a primeira dose da Coronavac e a segunda da AstroZeneca, ou vice-versa.

A informação é de um levantamento, feito pelo jornal O Tempo, a partir das fichas registradas no Ministério da Saúde. 

Em todo o estado o número de pessoas com doses erradas pode chegar a 2,5 mil. 

O arquivo com as informações inclui todos os contemplados com as duas aplicações até a última quinta-feira (22) nos postos localizados em Minas.

As fichas são preenchidas pelos profissionais de saúde das prefeituras no sistema de informação oficial do Ministério da Saúde. 

O Plano Nacional de Imunização determina que todos os trabalhadores que tiverem conhecimento sobre erros nas aplicações devem notificar as falhas às autoridades de saúde.

Ainda de acordo com as informações do jornal, metade dos registros de vacinas trocadas é de pacientes acima de 70 anos. 

O erro teria comprometido ou atrasado a imunização de até 1.180 mineiros com as duas doses da Coronavac, cujo intervalo entre as injeções é menor, de até um mês.

Sem falar que as pessoas nesta situação não estão devidamente protegidas do novo coronavírus e injeções complementares foram desperdiçadas.

De acordo com o protocolo do Plano Nacional de Imunização, o cidadão deve receber a vacina disponível no momento da convocação por grupo de prioridade, independentemente do fabricante e sem a opção de escolha. Mas a segunda aplicação precisa, obrigatoriamente, ser a mesma, pois as vacinas são fabricadas com tecnologias distintas.


Troca de vacinas

O erro foi registrado em pelo menos em 423 municípios mineiros. A capital, Belo Horizonte e a cidade de Lavras concentram a maior parte dos casos, com 200 vacinados de forma equivocada em cada uma das cidades. 

Em seguida, aparecem Governador Valadares (68), Santa Luzia (46), Uberaba (44) e Varginha (43).

“A prefeitura de Varginha comunica que de acordo com as informações fornecidas pelo setor de imunizações na cidade de Varginha foi constatada a ocorrência de apenas dois casos de erro de administração, que foram devidamente registrados, as pessoas foram comunicadas e a situação solucionada com nova dose da vacina. Os outros casos dizem respeito a falha no sistema de registro que não permite a exclusão dos dados registados incorretamente.

Tal situação já foi comunicada a Superintendência Regional de Saúde e a orientação foi de realizar novo registro com o laboratório correto e, posteriormente, quando o sistema assim o permitir, excluir o registro equivocado”.


Região

Além de Varginha, outras cidades da região apresentaram problemas com a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Veja como está a situação em algumas delas:

Guaxupé – 6 casos de vacinas trocadas

Itajubá – 15 casos de vacinas trocadas

Lavras – 200 casos de vacinas trocadas

Poços de Caldas – 11 casos de vacinas trocadas

Pouso Alegre – 3 casos de vacinas trocadas

São Lourenço – 26 casos de vacinas trocadas

Três Corações – 16 casos de vacinas trocadas

Três Pontas – 6 casos de vacinas trocadas

Varginha – 43 casos de vacinas trocadas


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.