São Tomé das Letras permite a entrada de 25% de turistas na cidade

 


A Prefeitura de São Tomé das Letras, no Sul de Minas, publicou novo decreto que permite entrada de 25% dos turistas na cidade.  Novas medidas começaram a valer no último sábado (17/4).

 O município ainda não registrou nenhuma morte e proíbe festas que promovam aglomerações.

De acordo com a prefeitura, São Tomé das Letras não está no Programa Minas Consciente, apenas seguiu a onda roxa, quando todo estado foi obrigado a fase mais restritiva do protocolo.

O novo decreto publicado começou a valer no último sábado (17/4) e permite entrada de 25% dos turistas na cidade. 

Ou seja, os hotéis e pousadas ficam limitados nessa ocupação. 

Os pontos turísticos e de visitação serão abertos nos moldes das recomendações sanitárias.

“Fica mantida a obrigatoriedade de inclusão de 100% das reservas no software de controle de hospedagens, integrado ao Departamento de Turismo”, trecho do documento.

O limite de ocupação nos hotéis e pousadas gerou polêmica nas redes sociais.

“É pra acabar mesmo. Porque 25% da capacidade para meios de hospedagem, se a onda vermelha permite 50%? Vocês querem acabar com o setor de hospedagem em São Tomé. Apresentação de um plano para enfrentamento ao Covid, com metas definidas e resultados obtidos nunca vi. Apenas decretos e proibições. 

Um plano para a recuperação do setor do Turismo, responsável pela renda de 80% dos munícipes, muito menos. Essa administração se resume em decreto e perseguição a quem precisa trabalhar. Lamentável”, contestou morador nas redes sociais.

Enviar um comentário

0 Comentários