Sul de Minas sai da onda roxa no sábado



 A notícia foi confirmada na tarde da última quarta-feira (14/4) pelo governador, durante reunião on-line com empresários de todo o estado.

O empresariado do setor de hospedagem e alimentação do Sul de Minas foi representado pelo presidente do SEHAV (Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha), André Yuki e associados Márcio Vinhas (de Três Pontas), João (Três Corações) e o vice-presidente Rafael Nogueira.

Também participaram o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passaglio e o secretário de Saúde Fábio Baccheretti.

“Infelizmente ficamos decepcionados com a reunião, o estado está quebrado sem dinheiro, e amarrado na burocracia, sem nenhuma iniciativa para o nosso setor.

 A única notícia boa é que a Região Sul de Minas passa para a Onda Vermelha, flexibilizando uma parte do setor”, informou André Yuki ao BlogdoMadeira.

No caso de Varginha, a cidade poderá elaborar decreto com novas regras ou restabelecendo os decretos anteriores, já que a cidade não aderiu ao Programa Minas Consciente.

Na segunda-feira (19/4) Yuki representa o Sul de Minas em audiência pública remota realizada pela Assembleia Legislativa de Minas para ouvir as propostas do setor de hospedagem e alimentação para enfrentar a pandemia: 

“Estamos articulando ainda reuniões com deputados federais e senadorer, para apresentar nossas demandas e dificuldades”. 

 Sairão da Onda Roxa a Grande BH, o Vale do Jequitinhonha, as regiões Norte, Sudeste, Sul e a microrregião Manhuaçu.




Enviar um comentário

0 Comentários