Associação Médica de Varginha comemora 70 anos



 A  Associação Médica de Varginha (AMV) completou ontem, quinta-feira, mais um ano de história. A AMV é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 20 de maio de 1951, cuja missão é promover atividades associativas, científicas, sociais e culturais, bem como defender os interesses de seus associados, contribuindo para a valorização dos profissionais médicos. 

O atual presidente, Dr. Adrian Nogueira Bueno, faz questão de frisar que é uma honra estar à frente da Associação Médica de Varginha, justamente nesta data comemorativa e parabeniza a todos os médicos por este dia. “Hoje comemoramos 70 anos da nossa associação. Expressiva data de uma entidade que se mantém atualizada através do trabalho dos nossos funcionários, associados e da diretoria. Nesta data festiva, também procuramos ter a consciência de que honramos e seguiremos honrando aqueles que nos antecederam”, afirmou o médico. Os primeiros atos para que Varginha constitui-se sua Associação Médica aconteceram em abril de 1949, quando médicos da cidade se reuniram com a finalidade de criar uma secção municipal da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG).  Entre os médicos que participaram daquela reunião lembramos os saudosos Dr. Amir Reis, Dr. Homero Viana de Paula, Dr. José Bíscaro, Dr. José Marcos de Oliveira, Dr. Paulo Frota, Dr. Paulo Chaves Ribeiro, Dr. Mário Frota e Dr. Messias Barros. Os médicos sugeriram alterações no estatuto da AMMG com o intuito de garantir às sessões municipais que conseguissem adesões de médicos de municípios vizinhos para que pudessem se transformar em seções regionais e que, para cada grupo de 15 médicos associados, houve-se a participação de um representante no conselho científico da AMMG. Essas sugestões foram posteriormente aprovadas permitindo assim que Varginha e seus médicos consolidassem suas posições e ideias no cenário médico mineiro.  

Em 20 de maio de 1951 foi então instituída a Secção Regional de Varginha, que depois se transformou em Seccional, abrangendo outras regionais. A fundação ocorreu durante o período de realização de uma jornada médica na cidade com a presença de 168 médicos do Sul de Minas e do então Presidente da AMMG, o Professor Hilton Rocha.  Na mesma cerimônia foi eleita a primeira diretoria da Associação Médica, que teve como Presidente o Dr. Oswaldo Valadão de Rezende que, com a ajuda de seus colegas, organizou a entidade conquistando a confiança da classe médica sul mineira iniciando assim a presença oficial de Varginha no cenário estadual. Após a implantação da AMV os médicos associados tiveram o desafio de construir uma sede própria e a segunda Diretoria da AMV, presidida pelo Dr. Mário Frota e seus companheiros, iniciaram o trabalho para que o sonho se tornasse realidade, instituindo uma comissão para arrecadar fundos, com o slogan “Instala o teu moinho e Deus dará o vento”.  

 A sociedade de Varginha abraçou a causa, ciente da importância da entidade para a cidade e região, tendo a AMV recebido da família Pinto de Oliveira uma área na Vila Pinto para construção de sua sede. 

O Sr. Antônio Candido Rennó doou um carro Ford para ser rifado, sendo sua renda foi revertida para a instituição. Com essas doações a Diretoria pode adquirir um casarão de dois andares situado na Avenida Rio Branco, onde até hoje se encontra a entidade. Para que fosse possível a reforma do imóvel houve a contribuição de alguns médicos, entre eles lembramos o saudoso Dr. Donato Valle que emprestou um determinado valor sem correção monetária e com pagamento parcelado.

 O saudoso médico e Governador do Estado de Minas Gerais, posteriormente Presidente da República, Juscelino Kubitschek de Oliveira também contribuiu com uma doação pessoal.  

Nas suas 7 décadas de atividade, a Associação Médica de Varginha contou com a atuação de líderes que promoveram o seu fortalecimento, a defesa de classe e a integração entre os médicos e com a sociedade. Para o médico psiquiatra Dr. Francisco de Paula Vitor Pereira, que foi presidente da entidade entre 1975 e 1979, “tudo que fiz pela Associação Médica é tudo que precisava ser feito, por isso sou feliz. E que meus seguidores continuem com o mesmo entusiasmo e amor à entidade que eu sempre tive”.

 Durante esses 70 anos, diversas melhorias e modernizações foram realizadas na sede, como a inauguração do “Espaço Recreativo e Científico Dr. Mauro Eugênio do Prado. O local, que era uma quadra, foi reformado possuindo agora uma moderna cozinha, uma churrasqueira e um forno de pizza. Em 2019, foi instalado um elevador, proporcionando acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, idosos e gestantes para o segundo andar.  Também foram realizados diversos eventos na AMV, tanto sociais, como científicos. O último deles, realizado antes da pandemia do coronavírus, foi a “Jornada de Especialidades Médicas”, que teve como intuito discutir temas relevantes com profissionais renomados da região. Para o diretor científico da AMV, Dr. Francisco Roberto Lello Santos, “esses eventos são importantes pois distribuímos e compartilhamos conhecimentos, para que todos os nossos pacientes tenham acesso a mais rica e humanizada medicina”. 

O médico Dr. Luiz Henrique de Souza Pinto, que atuou como presidente em três gestões (1995/1997, 1997/1999 e 1999/2002) e atualmente é diretor de patrimônio, faz um reflexo sobre as atividades e a história da entidade, destacando a contribuição dos diversos diretores ao longo dos anos.

 “A Associação Médica de Varginha, com sua sede em lugar de destaque na nossa cidade, sempre transmitiu uma imagem de respeito, ética e admiração pelos varginhenses. Colegas de visão e com muita vivência na Medicina, participaram de sua formação. 

Através da integração que a entidade nos proporciona, podemos participar da união da classe, mantendo também uma estreita relação com a Associação Médica de Minas Gerias, onde muitos colegas que se destacaram na nossa associação, tiveram destaque na AMMG. 

A AMV também sempre esteve aberta para ouvir os médicos e acolher os seus parceiros, com atividades voltadas para atualização profissional e valorização do médico, que sempre tiveram apoio incondicional da entidade.  Varginha sempre teve uma participação de destaque na interiorização de nossa medicina, não só pelos grandes médicos que aqui exerceram sua profissão, mas pelo apoio que a AMV deu nos encontros, jornadas, reuniões de defesa da categoria e congressos médicos.

 Ao lado de seus diretores e médicos comprometidos com a classe e com o bom desenvolvimento de nossa profissão, com o compromisso que nossa medicina fosse vista da melhor maneira possível, colocamos a saúde como uma prioridade e a valorização do médico como um dever de cada um de nós médicos. Parabéns AMV, Parabéns médicos varginhenses, Parabéns Varginha”, enfatizou o médico. 



Enviar um comentário

0 Comentários