AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Cidades sul-mineiras endurecem medidas restritivas contra a covid-19



 Uma reunião em Cássia, na última terça-feira (25/5), envolvendo prefeitos, vereadores e secretários de saúde de Cássia, Capetinga, Definópolis, Ibiraci e Claraval tratou sobre adoção de medidas mais restritivas nos municípios contra a proliferação da COVID-19.

Na manhã desta terça-feira, Cássia, Delfinópolis e Capetinga publicaram decretos municipais disciplinando a abertura do comércio e de prestadores de serviços.

Um representante do Instituto de São Vicente de Paulo, hospital para onde são levados os pacientes das cidades do entorno de Cássia, participou da reunião.

São medidas mais duras para se evitar o contágio. De acordo com boletim divulgado no fim da tarde da última quarta-feira (24/5), Cássia tem 31 mortes desde o início da pandemia e o hospital do Instituto de São Vicente de Paulo atingiu 100% de ocupação.

Portanto, todos os leitos da COVID-19 estão ocupados. Passos, para onde os pacientes são enviados, também não tem leitos disponíveis para COVID-19.

Pela nova medida, que entrou em vigor na terça-feira (25/5) e valerá até 6 de junho, salões de beleza, clínicas de estéticas, cabelereiros, barbearias, manicures e pedicures ,auto peças, lojas de vestuário, calçados, decoração, utilidades, eletromésticos, papelarias, móveis, templos religiosos, academias de ginástica, natação, danças, artes marciais e de condicionamento físico, auto escolas e cursos estão proibidos de funcionar em Cássia.

Açougues, bares, espetinhos, farmácias, lanches, pizzarias, padarias, restaurantes, supermercados e mercearias somente pelo sistema de delivery.

Em Cássia, o atendimento em bancos e lotéricas deve ser feito por agendamento, respeitando-se a capacidade de lotação de cada um, e com controle de aglomeração e medidas sanitárias.

Contadores, advogados e cartórios só podem trabalhar em serviço interno. Todas as praças, quadras e parquinhos estão interditados, segundo o decreto.  

Lojas de conveniência também ficarão fechadas, serviços de mototaxistas estão proibidos, postos de combustíveis só poderão funcionar para abastecimento de combustível, repartições públicas somente com expediente interno e o transporte intermunicipal, municipal (com exceção de moto táxi) terão intensificação no controle de lotação e medidas sanitárias.

As aglomerações residenciais estão proibidas, sujeitas à responsabilização judicial em caso confirmado de contaminação ou surto.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.