Homem algemado é agredido por policiais em cidade Sul Mineira



 Um vídeo que tem circulado pela internet mostra um homem algemado sendo agredido por policiais. O caso ocorreu na última quinta-feira, 13, em Poços de Caldas, após o indivíduo resistir à prisão desferindo socos contra os militares. 

As imagens mostram um homem detido e deitado no chão, que acaba recebendo chutes de um policial. Outro militar também o agride com um chute, enquanto um terceiro chega ao local e o pega pelo pescoço para levá-lo até a viatura. Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu após militares verificarem uma denúncia de que dois homens em uma moto estariam praticando direção perigosa no bairro Aparecida. Ainda conforme a PM, a dupla tentou fugir ao perceber a chegada da viatura, uma vez que estava ali para comprar drogas. A polícia informou ainda que um dos homens resistiu à prisão desferindo socos contra os policiais. O suspeito foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento e posteriormente para a Delegacia de Polícia Civil, onde prestou depoimento e foi liberado.


O que a polícia diz

“Está sendo veiculado nas redes sociais e pela imprensa uma abordagem policial com a prisão de um indivíduo, ocorrida na tarde do dia 13 de maio, na cidade de Poços de Caldas. A ação teve início quando os policiais militares faziam policiamento preventivo e visualizaram dois indivíduos numa moto, em atitude suspeita. Na tentativa de abordagem, os indivíduos evadiram e foram perseguidos e presos pelos Policiais Militares. Desta ação destaca-se as agressões sofrida por um dos indivíduos, com chutes, tapas e ações de enforcamento.

Tais condutas não fazem parte dos protocolos e treinamento de imobilização e algemação promovido pela Polícia Militar do Estado de Minas Gerais que está sempre preocupada com a capacitação técnica dos seus profissionais. Face a situação fática, o Comando do 29º Batalhão da Polícia Militar de Poços de Caldas está adotando todas providências administrativas para apurar os excessos.”


Fonte: Portal da cidade de Andradas 

Enviar um comentário

0 Comentários