Polícia Civil indicia 46 suspeitos de tráfico, homicídios e roubos em cidade sul-mineira



A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu o inquérito relativo à operação "Toro", que investigava uma quadrilha suspeita de crimes como tráfico de drogas, homicídios, corrupção de menores, roubos e extorsão mediante sequestro na cidade de Lambari, no Sul de Minas. Ao todo, 46 pessoas foram indiciadas.

As investigações duraram aproximadamente um ano e meio. Durante a operação, deflagrada no dia 30 de março de 2021, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão contra suspeitos de liderarem o grupo criminoso atuante na região.

Segundo o delegado Vinicius Barros de Mendonça, foi possível identificar que líderes, mesmo presos, arquitetavam e ordenavam todas as ações da facção. “Em seguida, indivíduos em liberdade executavam as ordens impostas, seguindo o estatuto da organização criminosa”, disse.

Durante a investigação, que começou em novembro de 2019, várias prisões em flagrantes foram efetuadas, com apreensão de grandes quantidades de drogas, carro roubado e armas. "Todos os indiciados já foram formalmente denunciados à Justiça pelo Ministério Público local", informou a PCMG.

Os trabalhos foram realizados pela Delegacia de Polícia Civil em Lambari e pela Agência de Inteligência da Delegacia Regional em Três Corações, na mesma região.

Fonte: O Tempo

Enviar um comentário

0 Comentários