AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Projeto Levante Sul de Minas busca integrar e reativar o turismo no Sul de Minas



 O turismo foi uma das atividades mais prejudicadas na pandemia de Covid-19, somente no Sul de Minas existem 504 agências de turismo, 242 operadores turísticos, 354 hotéis, 7.548 bares, 10.955 lanchonetes e 473 companhias de teatro, que foram impedidos de realizar suas atividades ou tiveram que reduzir drasticamente sua operação nos anos de 2020 e 2021, conforme dados do GEESUL (Grupo de Estudos Econômicos do Sul de Minas Gerais). Segundo dados da ABRASEL e SEHAV, mais de 90% das empresas do setor tiveram que recorrer a empréstimos para sobreviver a este momento. Considerando que as cidades sul mineiras possuem vocações turísticas diversas e abundantes, que vão de cachoeiras, parques, lagos, grutas, igrejas históricas, picos, entre outros, o projeto Levante Sul de Minas decidiu contribuir para o planejamento de retomada do setor e na divulgação dos pontos turísticos locais. Assim surgiu o projeto Mapa do Turismo do Sul de Minas, com foco na reativação turística local e desenvolvimento das cidades; listar os principais pontos turísticos das 155 cidades do Sul de Minas; criação e divulgação de plataforma online com Mapa interativo; estimular as rotas integradas de turismo entre as cidades; realizar divulgação integrada na mídia com diversos players. Todo projeto é 100% gratuito para as cidades e usuários. O primeiro passo foi entrar em contato com as secretarias de turismo das 155 cidades que compõem o Sul de Minas e convidá-los a cadastrar os pontos turísticos de suas cidades em um formulário que se transformou em um mapa interativo. Deste contato foram listados 350 atrações turísticas de 71 cidades, sendo: 26 parques, 6 teatros, 85 cachoeiras, 106 pontos turísticos, 21 museus, 54 igrejas, 4 estádios, 3 feiras, 2 gruta, 10 lagos, 4 Shoppings Centers, 2 teleféricos, 3 zoológicos, entre outros tipos de atrações. Posteriormente foi realizada uma reunião online com os secretários de turismo da região para debate sobre experiências de sucesso sobre o turismo em suas cidades, abertura de networking, dicas para modernização da organização das atividades turísticas e disponibilizado um plano de ação de retomada das atividades. A reunião teve a presença do Prof. Stefano Barra Gazzola, reitor do Centro Universitário do Sul de Minas e líder do Projeto Levante, além do coordenador do projeto Guilherme Vivaldi. O passo seguinte será uma live no Instagram entre o Levante Sul de Minas e dois perfis especializados em turismo na região, o Mochileiros de Minas e O Que Fazer Sul de Minas, que juntos somam mais de 80 mil seguidores. A live acontecerá amanhã, 13 de maio às 20h, e os convidados vão trazer dicas de rotas turísticas na região e de como aproveitar ao máximo as riquezas de nossa região. O projeto segue com o cadastro dos pontos turísticos e no trabalho de capacitação e networking com as cidades do Sul de Minas.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.