Varginha vai receber vacina da Pfizer



 A notícia foi confirmada pelo secretário de Saúde Dr. Luiz Carlos Coelho.

“Nós assinamos hoje um termo de cooperação para receber a vacina da Pfizer. Elas serão usadas nos grupos prioritários que vêm sendo vacinados nesse momento”.

As vacinas vão chegar nos próximos dias a Varginha. 

Não serão usadas no sistema drive-thru, pois exigem um manuseio específico -onde deve exigir inclusive novo treinamento das equipes de vacinação.


Os critérios estabelecidos para receber o imunizante da Pfizer são:


– População acima de 79 mil habitantes;

– Ter equipe capacitada para a administração da vacina;

– Menor distância da sede da Unidade Regional de Saúde (URS): os municípios devem estar distantes, no máximo, 2h30min da capital, por modal aéreo ou rodoviário (veículo refrigerado), a fim de ampliar a segurança da preservação da temperatura de transporte indicada (-15°C à -25°C), observada a estrutura atualmente disponível para logística;

– As unidades de Saúde selecionadas deverão estar orientadas e comprovar mecanismos de agendamento para vacinação. A lista de usuários indicados à vacinação deverá ser de 2 vezes o total de vacinas disponibilizadas àquela unidade (lista de espera/contingencial);

– As unidades de Saúde selecionadas deverão agendar a vacinação de um total de pessoas compatível com o consumo de 100% das vacinas a serem recebidas em no máximo 4 dias, a contar da data agendada para recebimento das vacinas;

– O tempo de validade máximo após abertura do frasco, conservado entre 2°C e 8°C, é de 6 horas. As unidades devem manter procedimentos orientados à utilização integral das 6 doses (0,3ml) por frasco no período de funcionamento/vacinação;

– Não deve ser realizada a vacinação com Pfizer/Comirnaty fora das unidades de Saúde, de forma que as condições de preparo e conservação estejam rigorosamente preservadas.


Fonte: Blogue do Madeira

Enviar um comentário

0 Comentários