AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

ALMG confirma nomes para CPI da Cemig



 O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) confirmou, na última  quinta-feira (24/6), os nomes dos deputados estaduais que comporão a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar supostas ilegalidades na gestão da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), desde janeiro de 2019. Para o presidente da ALMG, deputado Agostinho Patrus (PV), as ocorrências a serem apuradas são de interesse dos cidadãos mineiros e, como tal, receberão a devida atenção do Parlamento.

“Os trabalhos da comissão serão norteados pela defesa do interesse público, à luz dos termos regimentais e dos preceitos constitucionais, como é próprio da ALMG. Os fatos que motivaram a abertura desta CPI merecem atenção e a devida análise por parte dos parlamentares”, destacou Agostinho Patrus, em publicação no seu perfil oficial no Twitter.

Após entendimentos com os blocos parlamentares da Casa, foram definidos como integrantes da CPI: Beatriz Cerqueira (PT), Cássio Soares (PSD), Hely Tarqüínio (PV), Sávio Souza Cruz (MDB), Professor Cleiton (PSB), Zé Guilherme (PP) e Zé Reis (Podemos). 

A partir de agora, já podem ser definidos o presidente, o vice-presidente e o relator da CPI. O deputado Hely Tarqüínio (PV), integrante mais velho da comissão, será o responsável por convocar a primeira reunião destinada à eleição dos parlamentares que conduzirão os trabalhos. A CPI da Cemig funcionará por até 120 dias, com possibilidade de prorrogação por mais dois meses.

“Nenhum tipo de adversidade vai se sobrepor à atuação fiscalizadora dos representantes legítimos da sociedade mineira. É dever deste Parlamento prestar contas à população sobre a atuação dos órgãos públicos – missão esta que reafirmamos, agora, por meio desta CPI”, completou Patrus.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.