AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Após cursos na FAEMG, apicultor aumenta produção de mel em 500%




 “Quem me dera se eu tivesse feito os cursos há muitos anos”. A reflexão é do apicultor Jamil Machado Miguel, morador de Maripá de Minas, que fez treinamentos do Sistema FAEMG/SENAR/INAES relacionados à apicultura. Com tudo o aprendeu, ele conseguiu aumentar a produção de mel em 500%.

O primeiro contato dele com a apicultura foi há 25 anos, quando seu pai trabalhava em uma propriedade. “Eu me interessei e aprendi. Quando o filho do dono da propriedade desistiu da atividade, ele me deu dez colmeias. Até 2017, fiz tudo sem qualquer técnica. Ia ao apiário apenas uma vez por ano e colhia cerca de 200 quilos de mel”, contou.

Em 2017, conheceu a mobilizadora do Sindicato dos Produtores Rurais de Argirita, Terezinha Aparecida Garcia do Carmo Rodrigues e fez o primeiro curso sobre apicultura: Manejo de Abelhas e Processamento de Mel e Cera. Até 2018, Jamil tamném participou dos cursos de Produção de Geleia Real e Rainhas e de Pólen e Própolis, todos ministrados pelo instrutor Gildázio Antônio dos Santos.

“Queria crescer, mas não tinha conhecimento. 

Depois, tudo mudou: aprendi sobre a alimentação das abelhas e a produção cresceu. Antes, com cerca de 20 colmeias, colhia 200 quilos de mel por ano. Neste ano, com 40 colmeias, em três colheitas, em janeiro, fevereiro e abril, foram 1.200 quilos antes de entrar na entressafra. Por isso, sou muito grato ao Sistema FAEMG/SENAR/INAES, à Terezinha e ao Gildázio, que me auxilia sempre que preciso”.

Hoje, o apicultor conta com 70 colmeias. Dessas, muitas são novas, mas a expectativa é chegar a 100 colmeias e alcançar, em breve, a marca de 3.000 quilos de mel colhidos. “O próximo passo é construir a Casa do Mel”.

Em um experimento, Jamil colheu oito quilos de própolis neste ano. Para 2022, a meta é ampliar essa quantidade.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.