Laboratório alerta para aumento da procura por testes de COVID-19 no país



Em maio, o número de exames RT-PCR realizados pelo Grupo Pardini, em todo o país, aumentou mais de 25%, em relação ao mês de abril

A taxa de positividade em maio ficou entre 25 e 27%. A infectologista do laboratório, Melissa Valentini, chama a atenção para a crescente demanda, que reflete no atual cenário de aumento de casos e de internações por COVID-19.

Os números da Região Sul mostram um crescimento de 59,9% em relação à média de abril. A região apresentou o maior aumento de volume em relação à média nacional nas últimas quatro semanas.

Já no Sudeste houve crescimento de 29,8% no número de testes realizados em comparação com abril.

Os dados da Região Centro-Oeste do país também chamam a atenção, pois mostram elevação de 17,9% no volume de teste e aumento da taxa de positividade – de 19% para 21% – comparando com o mês anterior.

“Os números retratam realmente o cenário nacional, o colapso vivenciado pelo Centro-Oeste e, possivelmente, no Sul nas próximas semanas. Há uma tendência de aumento na demanda de exames nesta semana, reflexo do feriado prolongado da semana anterior”, explica Melissa.
Segundo a infectologista, a previsão é que surjam mais casos e internações em várias regiões do país. 

A rede já realizou mais de 4 milhões de exames para detectar o novo coronavírus no Brasil – o que representa cerca de 10% dos exames RT-PCR (método padrão-ouro para diagnóstico do SARS-COV-2) feitos no país.
 
Estado de Minas

Enviar um comentário

0 Comentários