Polícia Civil prendeu no S/M, homem que praticava golpe de venda facilitada de CNH



 Investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil (Depol) de Lavras, cumpriram um mandado de prisão em desfavor de um homem de 45 anos que estava aplicando golpes em pessoas que também estavam agindo de má-fé. Talvez acreditando que estas "vítimas" jamais procurariam a polícia, ele continuou a praticar golpes. Os investigadores de Lavras tomaram conhecimento de uma investigação e pedido de prisão solicitado pela Delegacia de Polícia Civil de Itumirim, decretado em investigação de Inquérito Policial que tramita na delegacia daquela cidade. 

Nas investigações, realizadas pelos investigadores de Itumirim, ficou demonstrado que o desfavorecido anunciava e, assim, angariava pessoas que estavam dispostas a comprar de forma irregular a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), sendo que, segundo declarações "das vítimas", haveria uma facilitação no exame de direção que seria realizado na cidade Belo Horizonte. Para isso, o golpista cobrava valores variados a depender da "vítima", e ao ser pago o valor exigido, o autor não mais mantinha contato com as vítimas. Somente no distrito do Macuco de Minas, município de Itumirim, foram identificadas quatro "vítimas" deste golpe. Tão logo a PC tomou conhecimento deste fato, a equipe de investigadores, após várias diligências e uso de fontes abertas de informações, conseguiu identificar e qualificar o golpista. 

Ontem um dos investigadores da Depol, estando de folga de plantão, reconheceu o autor no centro de Lavras, imediatamente ele deu voz de prisão ao golpista e a ele foi informado que estava em aberto um mandado de prisão contra ele. Ele foi detido e conduzido até a Depol de Lavras, em seguida, devidamente cumprida a ordem judicial, foi encaminhado para o Presídio de Bom Sucesso, onde deverá permanecer durante o tempo de quarentena, em seguida, será trazido para o presídio de Lavras e ficará à disposição da justiça.  

A Polícia Civil alerta as pessoas que foram vítimas" deste golpista, que procure as delegacias de Lavras ou Itumirim a fim de levar os fatos ao conhecimento das autoridades.


Fonte: Tv Minas.com

Enviar um comentário

0 Comentários