AS ULTIMAS

POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Argentinos brilham, Atlético goleia Atlético-GO e quebra jejum na Série A



Atlético quebrou o jejum no Campeonato Brasileiro. Depois de três partidas, a equipe voltou a vencer na Série A. E a vítima foi o Atlético-GO, em noite argentina no Mineirão. O Galo bateu o xará por 4 a 1, gols de Matías Zaracho e Nacho Fernández, duas vezes cada - Marlon Freitas diminuiu para os visitantes. 

O Atlético vinha de três resultados negativos (empate em casa com a Chapecoense e derrotas fora de casa para Ceará e Santos). Em todos os jogos, o time entrou em campo recheado de desfalques. Contra o Dragão, diversos jogadores importantes retornaram e a equipe voltou a ter uma boa atuação.
 
Com a vitória, o Atlético assumiu a 5ª posição, com 13 pontos. Derrotado no Mineirão, o Atlético-GO caiu para o 10° lugar, com 10.
 
Os dois times voltam a campo no domingo. O Galo visita o Cuiabá, às 18h15, na Arena Pantanal. Pouco depois, às 20h30, o Atlético-GO visita o Grêmio em Porto Alegre.

O jogo

 
O Atlético contou com o retorno de peças importantes para o jogo contra o Dragão: Igor Rabello, Nacho Fernández e Savarino. Sem Arana e Allan, suspensos, Tchê Tchê foi improvisado na lateral, enquanto Jair e Zaracho formaram o meio-campo. Cuca ainda escalou Marrony no lugar de Keno, lesionado, e Mariano, na vaga de Guga.

E o primeiro tempo do Atlético foi quase perfeito. Dono da bola, o time alvinegro trabalhou bem com boas trocas de passes, principalmente pelo lado direito, onde a dupla Mariano e Savarino deu muito trabalho. Foi com uma jogada deles que o Galo quase abriu o placar. No cruzamento do lateral, Marrony finalizou de carrinho para grande defesa de Fernando Miguel.
 
Pouco depois, o Galo conseguiu balançar as redes. Hulk se livrou do zagueiro e arrancou do campo de defesa. O atacante lançou Zaracho, que dominou na entrada da área, limpou o lance e finalizou colocado sem chances para o goleiro: 1 a 0.
 
O Galo continuou em cima e ampliou com mais um belo gol. O Atlético trocou passes pelo lado direito até a bola chegar em Marrony, dentro da área. Ele ajeitou para Zaracho, que veio de trás e finalizou, mais uma vez, sem chances para Fernando Miguel: 2 a 0.
 
E o lado direito do Atlético estava impossível. Savarino tabelou com Hulk e avançou em velocidade. O venezuelano entrou na área e rolou para Nacho Fernández, livre, finalizar para as redes: 3 a 0.
 
O time goiano, que não deu trabalho no primeiro tempo no Mineirão, conseguiu o seu gol no último lance do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Réver tentou cortar e acertou Hulk. A bola sobrou livre para Marlon Freitas finalizar para o gol: 3 a 1.
 
O segundo tempo foi de muitas chances desperdiçadas para as duas equipes, principalmente para o Atlético. E o principal duelo da etapa final foi entre Hulk e Fernando Miguel. O atacante do Galo parou em três boas defesas do goleiro do Dragão. O camisa 7 ainda acertou o travessão em uma tentativa de cavadinha.

Pelo lado dos visitantes, Lucão e Pablo Dyego tiveram chances claras de marcar de cabeça. Mas, em ambas, Everson fez excelentes defesas para garantir a vantagem do Galo no placar. 

Quando o jogo parecia definido, deu tempo do Galo marcar mais uma vez. Hulk arrancou pela esquerda e rolou para Nacho Fernández. Fora da área, o meia finalizou por cima de Fernando Miguel e fechou o placar: 4 a 1.

Super Esportes

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.