AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Com diversos avanços, sistema de serviços do Crea-MG completa seis meses



 Disponível desde o dia 4 de janeiro de 2021, o sistema de serviços do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), o Sitac, mudou a maneira de os usuários se relacionarem com o Conselho. Nesses seis meses, todos os serviços foram oferecidos de forma online e 100% digital, tornando o Conselho mais ágil, eficiente e conectado com o futuro.

 E também oferecendo mais segurança, especialmente durante a pandemia de covid-19. O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, explica que essa mudança coloca o Crea-MG em um novo patamar na prestação de serviços. "Nossa estimativa mostra que o atendimento presencial teve uma redução de 70%. Esse é um processo de transformação da nossa cultura, a forma de prestarmos os serviços, de atendermos e de nos relacionarmos com os profissionais, as empresas e a sociedade”, ressalta. 

O projeto, que integrou 17 sistemas, teve como foco unir tecnologia e pessoas, e envolveu funcionários, conselheiros, diretores e inspetores. Desde a implantação do novo sistema, já foram realizados mais de 500 mil atendimentos. Dentre os avanços registrados, está a rapidez no retorno da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) quitada, que, com o novo sistema, é atualizada a cada meia hora. Com isso, o profissional obtém o documento com mais celeridade, o que facilita o recebimento de honorários e o protocolo de processos no serviço público, que muitas vezes se encontram vinculados à ART devidamente quitada. Além das informações relativas às ARTs, o sistema atualiza também anuidades e outras receitas a cada 30 minutos. Já os dados cadastrais, necessários para emissão de Certidão de Acervo Técnico (CAT), são atualizados três vezes ao dia, na hora do almoço, no final da tarde e de madrugada. 

O processo de migração para o novo sistema envolveu o tratamento de cerca de 40 bilhões de dados, que foram analisados, saneados e transferidos para o Sitac. O gerente do Departamento de Planejamento, Gestão e Tecnologia, engenheiro mecânico César Paiva, detalha que o novo sistema continua passando por ajustes com o objetivo de melhorar ainda mais o atendimento e a relação com os profissionais. “Esse processo de migração envolveu todo o Crea e, pelo volume de dados que foram trabalhados, temos um baixo índice de inconsistências e, no geral, alcançamos um bom resultado.

 É natural que depois de uma implantação dessa magnitude fossem necessários ajustes, mas temos um bom índice de correção de problemas e um fluxo para entrada das demandas que tem funcionado bem”, pontua César. Além do atendimento externo, com o novo sistema, os processos internos também passaram a tramitar de forma eletrônica. A nova forma de trabalhar está chegando às Câmaras Especializadas. O gerente da Divisão Técnica, engenheiro agrônomo Gustavo Freitas, explica que, desta forma, os conselheiros vão receber, analisar e relatar processos sem que haja a necessidade de papel circulando. “Com a chegada do Sitac ao Crea-MG, houve uma revolução digital. 

Agora todos os processos são tramitados de forma digital, não existindo mais o processo físico. Isso traz uma comodidade, uma segurança jurídica para os conselheiros que fazem os relatos dos processos para as reuniões das Câmaras”, ressalta Gustavo.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.