AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Governo de Minas perdeu quase 10 mil doses de vacina durante distribuição


Remessa seguia para Governador Valadares, mas injeções
 tiveram que ser descartadas após falha no transporte


O Governo de Minas admitiu nesta semana que perdeu quase 10 mil doses de vacina contra a Covid-19 enquanto distribuía os imunizantes para os municípios. Uma falha no equipamento que controla a temperatura das caixas onde as injeções são armazenadas pode ter sido o motivo do prejuízo.

No total, 9.600 doses que seriam entregues para Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce, estragaram. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que detectou o problema ainda durante o transporte aéreo e, assim, o município não chegou a receber as vacinas danificadas.

Todo o conteúdo de uma caixa teve que ser inutilizado. O caso ocorreu no dia 11 de maio, durante a divisão da 28ª remessa enviada pelo Ministério da Saúde. Mas a perda só veio à tona recentemente. Para evitar atraso na vacinação de Valadares, as 9.600 doses foram repostas pela SES.

"A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) esclarece que, durante o trajeto de envio das doses para o município de Governador Valadares, no dia 11/5, por via de aérea, uma das caixas de transporte apresentou variação de temperatura, o que pode ter ocorrido por causa de uma possível falha do logger (registrador de temperatura) que vai dentro da caixa, que registrou uma temperatura abaixo de 2º", explicou a pasta.

O Estado informou que foi a única vez que apresentou ocorrência de excursão de temperatura, e que a perda das 9.600 doses corresponde a 0,07% de todas as doses distribuídas. "Segundo o vacinômetro, até o momento, já foram enviadas 12.459.590 doses aos municípios mineiros", reforçou.

Em nota, a prefeitura de Valadares frisou que não chegou a receber as doses estragadas. "Ressalta ainda que todas as doses encaminhadas para Governador Valadares estavam dentro dos padrões de segurança determinados pelo Ministério da Saúde", destacou.


Prejuízo

Até o momento, a SES confirma que perdeu quase 12 mil doses de vacina contra a Covid-19 por vandalismo, falta de energia elétrica, além de falhas em equipamentos e no transporte. Desde o início da campanha de imunização, o Estado enviou ao Ministério da Saúde 39.269 doses para serem avaliadas após a constatação de algum procedimento errado que possa ter comprometido a eficácia da vacina. E, deste total, exatas 11.764 doses tiveram que ser inutilizadas. Integrante do Comitê de Combate à Covid-19 em Belo Horizonte e presidente da Sociedade Mineira de Infectologista, Estevão Urbano considera as perdas acima do limite aceitável. Para ele, é preciso reforçar as práticas de treinamento, educação e logística para evitar novos desperdícios.

Fonte: O TEMPO


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.