AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Moradores de rua que não aceitam abrigo não podem ser levados à força

 


A Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social emitiu uma nota da tarde dessa quinta-feira, informando o relatório do Serviço Especializado de Abordagem Social Noturna, realizado como estratégia no período do frio rigoroso.

Foram encontradas 12 pessoas em situação de rua.

Dessas, apenas 3 aceitaram o acolhimento no Abrigo Institucional e em instituição beneficente parceira. 

Duas retornaram ao vínculo familiar. A legislação proíbe levar as pessoas à força para um abrigo. Se o morador de rua quiser continuar no local público, ele não pode ser retirado dali.


A abordagem 

foi feita nos 

seguintes locais:

Cidade Nova;

Santa Maria;

Posto Xingu;

Rua Nepomuceno – 

Praça da antiga Dutrac;

Quadra da Plascar;

Praça São Charbel;

Praça da Vila Floresta;

Praça das Três Bicas;

Praça do Mártir;

Jardim do Sapo (Praça Dom Pedro II);

Praça atrás da Igreja Matriz;

Igreja do Rosário;

Quadra perto do moinho;

Moinho Sul Mineiro;

Hospital Regional;

Praça do ET (Praça Mal. Floriano);

Praça da Concha Acústica;

Caixa Econômica Federal;

Praça do Marista (Praça Champagnat);

Escadaria do VTC;

Praça Ministro Alfredo Valadão (Praça do Rodelão);

Avenida Dr. Módena (Mané do Frango);

Terminal Rodoviário de Varginha;

Pracinha do Um (Praça perto da Fadiva);

Praça da Santa Cruz;

Hospital Bom Pastor;

Jardim Andere.

Além da abordagem, os orientadores sociais realizaram uma ação preventiva no Centro POP e em alguns locais de difícil acesso para informar às pessoas em situação de rua sobre o frio intenso com possibilidades de geada, ofertando novamente o acolhimento com pernoite nos locais disponíveis e protegidos.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.