AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Mozart resgata 'esquecidos' no Cruzeiro e abre mão de outros após 'pacotão'



A chegada de Mozart promoveu muitas mudanças no elenco do Cruzeiro. Desde o início de junho, quando foi anunciado, o treinador resgatou jogadores 'esquecidos' pelo ex-técnico, Felipe Conceição, e solicitou até retornos de jogadores descartados pelo antigo comandante, como foi o caso do meia Giovanni.

Por outro lado, o novo comandante 'abriu mão' de vários outros atletas do elenco. Com a chegada de um 'pacotão' de reforços, providenciada pelo novo executivo de futebol, Rodrigo Pastana, as mudanças ficaram ainda mais evidentes.

Foram contratados nas últimas semanas os zagueiros Rhodolfo e Léo Santos; os laterais Norberto e Jean Victor, além dos atacantes Wellington Nem e Dudu. O meio-campista Giovanni retornou do Avaí. Veja, nos tópicos abaixo, quem acabou 'esquecido' e quem foi 'recuperado' por Mozart.

Os 'esquecidos'


Matheus Neris

O volante de 22 anos talvez tenha sido o principal 'esquecido' por Mozart. Ele foi relacionado pelo treinador apenas no empate do Cruzeiro por 1 a 1 com o Goiás, em 12 de junho, pela 3ª rodada da Série B. Até aqui, Neris não recebeu nenhuma oportunidade de atuar.

Neris chegou a entrar na mira do Guarani, mas as negociações não avançaram. À reportagem, o executivo de futebol do Bugre, o ex-jogador Michel Alves, disse que não acredita mais na transferência. "Pela movimentação, até pela forma que está nosso elenco, não sei se vai andar", disse.

Empresário do jovem atleta, Fábio Baitler, também indicou que Neris seguirá no Cruzeiro. "Ele tem contrato com Cruzeiro e o clube não se manifestou nada diferente disso até o momento", afirmou o procurador.

Joseph

Homem de confiança de Felipe Conceição, o zagueiro Joseph é outro que acabou 'esquecido' com a chegada de Mozart. Ele nem sequer foi relacionado para os três últimos jogos do Cruzeiro pela Série B do Campeonato Brasileiro. 

Seu futuro é ainda mais incerto após as contratações de Léo Santos e Rhodolfo. Como Ramon é titular e o elenco ainda tem Eduardo Brock, Paulo e Weverton, Joseph dificilmente terá espaço no setor.

Contratado em maio, Joseph atuou em seis partidas pelo Cruzeiro. 

Guilherme Bissoli

Mozart optou por dar mais espaço a Thiago, formado na Toca da Raposa I, em detrimento da utilização de Guilherme Bissoli, outro atacante indicado por Felipe Conceição. Bissoli não foi relacionado para os dois últimos jogos.

Em uma entrevista, após o empate por 0 a 0 com o Brasil-RS, Mozart chegou a ser questionado sobre a escolha por Thiago. Ele afirmou que foi uma decisão técnica em função das características do adversário.

Os 'recuperados'


Thiago

Observado internamente como um dos bons valores da base do Cruzeiro, o atacante Thiago voltou a ganhar chances após a chegada de Mozart. Se com Felipe Conceição ele acabou 'encostado', com o novo treinador o jogador de 20 anos já recebeu oportunidades em quatro partidas.

Paulo

Jovem zagueiro, de apenas 19 anos, voltou a receber oportunidades com Mozart. Até aqui, ele já disputou três partidas e viveu bons momentos. Sob o comando de Felipe Conceição, Paulo chegou a ser colocado em uma lista de negociáveis. 

Com as contratações de Léo Santos e Rhodolfo, Paulo poderá perder espaço novamente. Ao que tudo indica, no entanto, ele ultrapassou Weverton, também formado na base celeste, na escala de prioridades do elenco.

Lucas Ventura

Da mesma forma que Cabral, o volante Lucas Ventura, também conhecido como Nonoca, não fazia parte dos planos de Felipe Conceição. Com Mozart, por outro lado, o jovem atleta, que até ganhou renovação de contrato, virou titular da equipe. 

Depois de três anos sem atuar com a camisa celeste, Nonoca ganhou duas oportunidades e convenceu. Ele esteve entre os 11 iniciais nos empates do Cruzeiro contra o Brasil-RS (0 a 0, em Pelotas) e Coritiba (0 a 0, em Belo Horizonte). 

Super Esportes

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.