AS ULTIMAS

POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Sul de Minas avança para a onda amarela do Minas consciente

 


Minas teve nova alteração nas regras de restrição da pandemia nesta quinta-feira, 15, avançando a região Sudeste para a ‘onda verde’ e as regiões norte e Sul para a ‘onda amarela’.

Com isso, essas regiões passam a ter regras de distanciamento da pandemia mais flexíveis, permitindo, por exemplo, o aumento do número de pessoas em eventos fechados ou ao ar livre. As novas regras passam a valer a partir de hoje, sábado, 17. 

Além disso, foi promovido alterações no protocolo do Minas Consciente, criando regras para a realização de eventos. No caso do Sul de Minas, que avançou para a ‘onda amarela’, poderão ser realizados eventos ao ar livre com até 600 pessoas (veja as regras no final do texto).

É importante lembrar, porém, que as regras do Minas Consciente valem apenas para os municípios que aderiram ao protocolo, que só é obrigatório na ‘onda roxa’, fase mais restritiva. Pouso Alegre não aderiu ao protocolo e segue determinações próprias. De acordo com a administração estadual, o avanço foi possível por que Minas atingiu a fase de maior controle da pandemia desde o início do ano, com redução da taxa de incidência, que mede a circulação do vírus na sociedade, em “23% nos últimos 14 dias.”.

“Isso demonstra que o vírus tem circulado menos e gerado menos necessidade de realização de exames. Além disso, os exames realizados têm demonstrado menos positividade para covid-19. Lembrando que estamos no inverno, um período de grande circulação de outros vírus que provocam sintomas gripais”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti. 

A mortalidade por faixa etária também apresentou uma queda expressiva na população com mais de 60 anos, grupo mais vulnerável à doença. “Nas primeiras semanas de 2021 tínhamos um acúmulo de óbitos na faixa etária 60+ de quase 90%. Agora, chegamos a 60%. Ainda é o grupo que mais concentra óbitos, mas com uma proporção muito inferior a que tínhamos antes do início da imunização”, explicou Baccheretti.

Outro indicador positivo apontado é a média de solicitações de internação em leitos de UTI Covid, que teve queda de 30,41%, e o tempo médio de espera por atendimento na última semana caiu de 22 para 15 horas. 

Com o progresso da vacinação e a melhora dos indicadores da covid-19 em Minas, o Comitê Extraordinário revisou o protocolo do Minas Consciente e criou regras para a realização de grandes eventos. Ficaram decididos a flexibilização do distanciamento padrão para 1,5 metros; o aumento nas lotações máximas de espaços, conforme a onda do Minas Consciente; e regras específicas para a viabilização de grandes eventos de natureza cultural, esportiva, comercial, religiosa, social ou política, por um tempo pré-determinado.


Regras mínimas

– Entrada do evento: aferição de temperatura, controle no fluxo de acesso e acesso com hora marcada;

– Distanciamento de 1,5 metros: a ser aplicado em filas, entre cadeiras/assentos e também no cálculo da capacidade;

– Apresentação de documento de imunização presumida: cartão de vacinação que comprove imunização completa superior ou igual a 15 dias OU PCR ou laudo médico com positividade para covid-19 (entre 15 e 90 dias).

*É obrigatório comunicar as regras aos participantes e facilitar a devolução do ingresso. 


Regras por onda 

Vermelha

– Lotação máxima de 50 pessoas ou 10% da capacidade em ambientes fechados; 30% da capacidade em ambientes ao ar livre;

– Duração máxima de 5 horas;

– Horário permitido: entre 8h e 21h.


Amarela

– Lotação máxima de 300 pessoas ou 30% da capacidade em ambientes fechados; 600 pessoas ou 50% da capacidade em ambientes ao ar livre;

– Duração máxima de 6 horas;

– Horário permitido: entre 7h e 23h.


Verde

– Lotação máxima de 50% da capacidade em ambientes fechados; sem limite de lotação em ambientes ao ar livre;

– Duração máxima de 12 horas;

– Sem restrição de horário.

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.