AS ULTIMAS

POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Valor da cesta básica fica estável entre junho e julho em Três Pontas

 


Após a queda ocorrida no mês anterior, o Índice da Cesta Básica de Três Pontas (ICB – FATEPS/UNIS) se manteve estável em julho com queda de -0,06% em comparação com junho. A redução nos preços de alguns produtos compensou a alta de outros itens, mantendo o valor da cesta praticamente inalterado. A pesquisa ocorre por meio da coleta dos preços de 13 produtos que compõem a cesta básica nacional de alimentos nos principais supermercados da cidade, seguindo a metodologia adotada pelo DIEESE nas principais capitais brasileiras. No período de 12 meses, de julho de 2020 a julho de 2021, a cesta básica aumentou 24,66% em Três Pontas. Neste ano de 2021 o índice acumula queda de -6,42%.

A atual pesquisa verificou que no mês de julho o valor médio da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Três Pontas é de R$509,60. Esse valor corresponde a 50,08% do salário mínimo líquido. Dessa forma, um trabalhador que recebe um salário mínimo mensal precisa trabalhar 101 horas e 55 minutos por mês para adquirir essa cesta em Três Pontas. Entre os meses de junho e julho deste ano, dos 13 produtos componentes da cesta básica pesquisada em Três Pontas, seis tiveram alta dos preços médios: tomate, manteiga, café em pó, açúcar refinado, pão francês e banana. Enquanto isso, sete produtos tiveram queda em seus preços: batata, arroz, farinha de trigo, óleo de soja, carne bovina, leite integral e feijão carioquinha.

Conforme salientado no início deste relatório, a queda nos preços de alguns produtos compensou a alta de outros, mantendo o valor da cesta básica em Três Pontas praticamente inalterado. No entanto, como estamos afirmando nos relatórios deste mês de julho, mesmo com essa estabilidade no índice, o valor da cesta básica em geral e de alguns produtos em particular continuam bastante elevados e provocando fortes impactos no orçamento doméstico.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.