AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Atlético inicia disputa com River Plate por vaga na semi da Libertadores



Atlético River Plate iniciam, na noite desta quarta-feira, às 21h30, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, a disputa por uma vaga na semifinal da Copa Libertadores. O Galo entra em campo na Argentina em busca de vantagem no duelo das quartas de final do torneio continental. O confronto de volta será realizado no dia 18, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O Atlético chega embalado para o confronto. Nos últimos 12 jogos, o time teve nove vitórias, dois empates - ambos contra o Boca Juniors, nas oitavas de final da Libertadores - e apenas uma derrota, para o Bahia, em jogo que marcou a classificação às quartas da Copa do Brasil. 
 
O Alvinegro vive grande fase na temporada. Entre os oito melhores na Copa Libertadores e na Copa do Brasil, o Galo também é o líder do Campeonato Brasileiro. No último domingo, ao bater o Juventude de virada, por 2 a 1, o Atlético alcançou o seu recorde de vitórias seguidas na Série A, com oito triunfos.
 
Já o River Plate vem de resultados ruins. São três partidas consecutivas sem vitória. No duelo contra o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa da Argentina, os Millonarios foram eliminados nos pênaltis após empate no tempo normal.

Na Libertadores

 
O Atlético fez a melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores. O Galo teve cinco vitórias e um empate, com 15 gols marcados e apenas três sofridos. 

Nas oitavas de final, o time comandado pelo técnico Cuca viveu um drama para se classificar. Depois de dois empates sem gols, o Atlético eliminou o time argentino nos pênaltis. O goleiro Everson foi o grande herói, defendendo duas cobranças e marcando o gol da classificação.
 
Já o River Plate viveu um drama na fase de grupos, sendo obrigado a jogar com o meia Enzo Pérez no gol na vitória sobre o Santa Fe - o time argentino passou por um surto de COVID-19 e não tinha nenhum goleiro disponível para o confronto. Os rivais atleticanos garantiram a vaga nas oitavas graças ao empate do Junior-COL com o Santa Fe-COL na última rodada.
 
Nas oitavas de final, o River Plate voltou a apresentar um bom futebol. Depois do empate em casa, a equipe de Marcelo Gallardo eliminou o Argentinos Juniors com uma boa vitória por 2 a 0 fora de casa. O nome do jogo foi o atacante Braian Romero, autor dos dois gols.

Atlético

 
O Atlético conta com retornos relevantes para enfrentar o River Plate. São eles: o lateral-esquerdo Guilherme Arana, campeão olímpico em Tóquio com a Seleção Brasileira; o meio-campista Matías Zaracho, recuperado de lesão; e o atacante Eduardo Vargas - que cumpriu suspensão e desfalcou o Atlético diante do Juventude no Brasileirão.

A principal dúvida na escalação do clube mineiro, inclusive, está entre os dois últimos nomes. Há a possibilidade de o técnico Cuca optar por um trio de ataque com Vargas, Savarino e Hulk. Outra hipótese é reforçar o meio-campo com o retorno de Zaracho.
 
As ausências do Galo seguem as mesmas. Em recuperação de lesões no departamento médico, o goleiro Rafael e os atacantes Marrony e Keno seguem em tratamento.
 
O meia Nacho Fernández espera um jogo aberto no reencontro com o ex-clube. "Na quarta teremos uma partida muito difícil, contra o River, na Argentina. Eu os conheço muito bem, sei que é uma grande equipe. Vamos buscar um bom resultado. Creio que vai ser um jogo mais aberto. O River propõe o jogo em busca do resultado. Ao buscar o resultado, eles deixam espaços. Temos que ser inteligentes", disse.

River Plate

 
O técnico Marcelo Gallardo tem dois desfalques para enfrentar o Galo. O zagueiro Pinola e o lateral-direito Montiel estão em tratamento de lesões no departamento médico do clube argentino. Ambos representam perdas do time titular do River Plate.
 
Há também uma dúvida na formação dos 'Millonarios': o atacante Matías Suárez, que sofreu lesão muscular há duas semanas, foi liberado. Ainda que esteja à disposição de Gallardo, o atleta é dúvida e pode iniciar no banco.
 

RIVER PLATE X ATLÉTICO

 
River Plate
Armani; Casco, Paulo Díaz, Martínez e Angileri; Zuculini, Pérez, De La Cruz e Carrascal; Braian Romero e Suárez (Julian Álvarez)
Técnico: Marcelo Gallardo
 
Atlético
Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê, Zaracho (Vargas) e Nacho Fernández; Savarino e Hulk
Técnico: Cuca
 
Motivo: jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores
Estádio: Monumental de Núñez, em Buenos Aires
Data: quarta-feira, 10 de agosto
Horário: 21h30
 
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Túlio Moreno e Lubin Torrealba (VEN)
VAR: John Ospina (COL)

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.