AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Coluna - Luiz Fernando Alfredo


 Ideologia

]O termo ”ideologia” é polissêmico, ou seja, possui vários sentidos. Essa multiplicidade de sentidos torna difícil a precisa identificação.

O senso comum entende a ideologia como um simples conjunto de ideias, contudo podemos conceituar ideologia de duas formas: a visão clássica e a visão crítica. Na visão clássica, o termo tem o significado de uma espécie de ciência capaz de organizar metodicamente e estudar rigorosamente o conjunto de ideias que formam a intelectualidade humana. Na visão crítica, a ideologia é uma ilusão criada por uma classe para manter a aparente legitimidade de um sistema de dominação, porquanto a ideologia, quando aliada à política, pode ser instrumento de manipulação.

A partir do século vinte as definições dos estudiosos deixaram os discursos ideológicos meio que vazios ou seja, imaginários. Estas lacunas deixadas pelos discursos ideológicos resultam em brechas para a legitimação falsa daquilo que não é legítimo. O discurso lacunar afirma coisas reais e, com isso, parece real, mas deixam frestas onde se encaixam as coisas irreais, aparentando ser verdadeiro, mas sendo, na realidade, falso.

A princípio achávamos que o dinheiro para o homem, tinha prevalência sobre o poder, após analisarmos os acontecimentos de hoje no Brasil, mudamos de opinião, antes pensávamos que o dinheiro comprava o poder, atualmente temos certeza que às ideologias daqueles que acham um espaço na política, prometem o “dinheiro” aos manipulados, conseguem o poder, gastam o máximo de dinheiro para se manter nele, não querem largar o osso, por nada neste mundo e aos poucos trocam os correligionários por outros mais atraentes em termos de vantagens.

Como disse a confusa Dilma, o malvado José Dirceu, outros esquerdistas, e o maior ladrão de todos os tempos, elegível atualmente por influência do poder, que para ganhar é válido o seguinte, corroborando indícios de certos fatos:  pactuar-se com o demônio, ou por outro lado, mandar matar, esfaquear alguém, perseguir inocentes, ajudar comunistas internacionais, pagar caro para imprensa desonesta calar a boca. 

A Ministra Carmem Lúcia do STF citou uma frase durante o julgamento do mensalão, que para nós ficou como marco do direito naquela hora: “A maioria de nós acreditou que a esperança tinha vencido o medo. Com o mensalão, descobrimos que o cinismo tinha vencido a esperança. Agora parece que o escárnio venceu o cinismo. Mas o crime não vencerá a justiça” Nós acreditamos! 

Destacamos aqui a mais terrível fala de Lula, segundo às mídias sociais, querendo fortalecer sua ideologia de estado, satânica: “AINDA BEM QUE, CONTRA A VONTADE DO POVO, A NATUREZA CRIOU ESTE MONSTRO CHAMADO CORONA VÍRUS”. Ainda bem que só idolatram o Lula, a Globo Lixo, Band china, CNN e os Institutos de pesquisas, pois assistindo suas andanças pelo Brasil, acreditamos que o bandido, não será nem candidato.

Temos políticos corretos, talvez grande parte, mas estes estão sempre sendo alijados e perseguidos, por não coadunar com o sistema, especialmente o legislativo, pois com nossa constituição, o poder que pode mais é o Congresso Nacional (Câmara e Senado), pois eles representam a vontade do povo e têm prerrogativas constitucionais de julgar e condenar o Executivo e a Corte Suprema, através de “impeachment”. Mas vêm o entrave compadrio, que só será desmontado com uma constituição nova (Assembleia Constituinte).

Resolvemos escrever este texto repetindo outras falas nossas, por acharmos que a sistemática inédita de governar, austera, de mudanças morais, sem desperdiçar o dinheiro público, adotada no Brasil, a partir de 2019, desmanchou muitos esquemas, e isto tornou o deputadozinho do baixo clero, Bolsonaro, o homem mais odiado pela maioria das instituições públicas e privadas, sem contar a vigilância no possível namoro com a China vermelha disfarçada de “laranja (s)”.

Finalizando, dependendo da manifestação pacífica, se Deus quiser, no dia 07 de setembro, os políticos e empoderados, estarão no mínimo, sendo julgados, agora as punições, talvez sejam só nas urnas das próximas eleições.

A propósito, Governador Romeu Zema, parabéns pela suas posições, como este colunista, sempre propaga, a coragem é o pilar de todas as virtudes, acreditamos que outros governadores, tenham as mesmas opiniões sua, mas são covardes ou ideologicamente falsos e sigilosamente desonestos.



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.