AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Lira anuncia que levará voto impresso para votação em plenário da Câmara



Em pronunciamento no fim da tarde desta sexta-feira (6), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), afirmou que levará a plenário a proposta do “voto impresso”, apoiada insistentemente pelo chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido). Em sua fala, o deputado disse que “essa disputa”, entre o presidente e outros poderes federativos, como Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Supremo Tribunal Federal (STF), foi “longe demais”. 

“Nos últimos dias, assistimos a um tensionamento (entre os poderes). Quando a corda é puxada com muita força, leva os poderes a muito além de seus limites. Pela tranquilidade das próximas eleições e para que possamos trabalhar em paz até janeiro de 2023, vamos levar o voto impresso para o plenário”, defendeu.

Lira não se furtou de ressaltar que todos os representantes do Parlamento brasileiro “foram eleitos pela urna eletrônica”, e disse que trazer a discussão do voto impresso para a Casa é “a expressão da democracia”. 

A mudança, balizada por uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), precisa receber maioria qualificada – ou seja, de ao menos, dois terços dos deputados – e votação em dois turnos. São necessários 308 votos para que ela seja aprovada.

“Não contem comigo para qualquer movimento que rompa uma harmonia dos poderes. Este é o meu papel, e não fugirei deste compromisso. O botão amarelo continua apertado, segue com a pressão do meu dedo”, concluiu o presidente da Câmara. 

O Tempo

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.