AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

PM acusado de matar homem em briga de trânsito pega 12 anos de prisão em MG



 Após mais de dez horas de julgamento, o Tribunal do Júri de Minas Gerais condenou, na última quarta-feira (18/8) o policial militar Ronildo da Silva, de 51 anos, a 12 anos e seis meses de prisão pelo assassinato do empreiteiro Anderson Cardoso Ignácio, de 48.  O crime ocorreu em 2 de junho de 2017 durante uma briga de trânsito na Avenida Tereza Cristina, Bairro Calafate, Região Oeste de BH.

 O primeiro-sargento foi denunciado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima.   Conforme a sentença judicial, os jurados mantiveram as qualificadoras do homicídio. O juiz Daniel Leite Chaves fixou o início do cumprimento da pena em regime fechado, mas Silva ainda pode recorrer em liberdade da decisão.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), o réu é monitorado por meio de tornozeleira eletrônica desde abril de 2018. O militar tem um condenação anterior também por homicídio. Consta nos registros da PM que ele cumpriu dois anos entre 1998 e 2000 por outro assassinato praticado no Sul de Minas.


Fonte: Jornal Estado de Minas


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.