AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Por direitos, garis fazem paralisação de advertência em cidade mineira



 Os trabalhadores do serviço de limpeza urbana e coleta de lixo de Governador Valadares foram recebidos na prefeitura, na última  terça-feira (17/8), depois de realizar uma passeata que terminou com um protesto na porta da administração municipal.

Os trabalhadores reivindicam o recolhimento de parcelas atrasadas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). A gestão municipal apoiou os coletores, mas a empresa terceirizada disse que precisa receber um valor da prefeitura, referente a um reajuste, para quitar todo o FGTS.

 

Passeata

 Os trabalhadores chegaram a gritar, durante o ato, que se deslocariam para a casa do prefeito André Melo caso não fossem recebidos na prefeitura. 

No entanto, eles foram atendidos pelo advogado Elias Souto, procurador-geral do município, Fernando Rodrigues Pascoal, secretário da Fazenda, e Hudson Ferreira, secretário de Comunicação e Mobilização Social.

Em um perfil criado pelo comando de greve no Facebook, os trabalhadores reclamam da demora em resolver o impasse entre a categoria e a empresa, que poderia ter sido resolvido no dia 5 de agosto, em audiência na Justiça do trabalho, que foi adiada.


Prefeitura esclarece  

A prefeitura, por meio de nota, informou que o pagamento do município para a empresa Dpark, relativo ao contrato atual da coleta de lixo, está rigorosamente em dia. A empresa confirmou a informação. 

“O Município, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU), já notificou em outras oportunidades a empresa acerca do descumprimento de suas obrigações, inclusive já solicitou a abertura de procedimento administrativo para apurar as faltas contratuais”, informou a gestão municipal.

 No encontro com os líderes do movimento pelos direitos dos trabalhadores, o procurador-geral do Município e os secretários da Fazenda e de Comunicação reafirmaram que a prefeitura está ao lado dos trabalhadores, e que jamais vai deixá-los desamparados. 

Explicaram ainda toda a situação e informaram que junto aos advogados da empresa vêm trabalhando para buscar uma solução definitiva.


Fonte: Jornal Estado de Minas


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.