AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Atlético e Palmeiras iniciam disputa por vaga na final da Copa Libertadores



Acabou a espera. É noite de semifinal da Copa Libertadores. A partir das 21h30, no Allianz Parque, em São Paulo, Palmeiras e Atlético iniciam a disputa para saber quem vai à final do principal torneio do continente. A TV Alterosa transmite, ao vivo, a partida entre duas das principais equipes do futebol brasileiro.

O jogo mental para a decisão começou muito antes desta terça-feira. No último sábado, após vitória do Palmeiras sobre a Chapecoense, por 2 a 0, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Abel Ferreira declarou que o Galo é o favorito no confronto da semifinal.

"Vamos jogar com um adversário que tem apostado tudo, tem apostado forte. É o favorito, já os dão na final com o outro adversário. Vamos competir, é o que fazemos, vamos analisar nosso adversário. É ida e volta, vamos ser humildes, colocar em prática nossa estratégia, capacidade, força mental, usar nossa técnica, tática e competir. No futebol tudo é possível", opinou o treinador.
 
Nessa segunda-feira, o atacante Hulk respondeu o técnico palmeirense e afirmou que o confronto não tem favorito. ""Primeiramente, é não pegar essa responsabilidade para a gente. O Abel joga isso para a gente, mas a gente pode jogar de volta também, porque o Palmeiras é o atual campeão da Libertadores. Eles estão defendendo o título. É um jogo que é 50% a 50%", afirmou o goleador alvinegro, que marcou 21 gols em 46 jogos na temporada.
 
O jogo desta noite será o segundo encontro das equipes na temporada. No primeiro duelo, às vésperas das quartas de final da Copa Libertadores, o Galo levou a melhor sobre o desfalcado Palmeiras, que poupou alguns atletas: 2 a 0, dois gols de Savarino. A equipe alviverde reclamou bastante da expulsão de Patrick de Paula, quando o jogo ainda estava empatado.
 

Disputa também no Brasileirão

 
A disputa acirrada por títulos entre Atlético e Palmeiras não acontece apenas na Copa Libertadores. No Brasileirão, as duas equipes lideram a competição. O Galo tem sete pontos a mais que o Alviverde, vice-líder do torneio.
 
Os números entre os dois times estão bastante equilibrados na temporada. Com um ataque de respeito, o Galo tem média de 1,76 gol por partida somando todos os jogos que fez nesta temporada. Foram 88 bolas na rede em 51 apresentações. O atacante Hulk é o principal responsável pelos bons números do time, com participação direta em 32 gols (21 tentos marcados e 11 assistências).  

Do lado palmeirense, a artilharia está dividida entre o meio-campista Raphael Veiga e o atacante Willian, que ainda não conseguiu se firmar na equipe titular. Os dois jogadores marcaram dez gols cada. Em 51 partidas disputadas até o momento, o clube alviverde sofreu 49 gols e marcou outros 85.
 

Hulk e Diego Costa

 
Dois dos grandes personagens do confronto desta noite são Hulk e Diego Costa, astros do ataque do Atlético. Os atacantes pisarão pela primeira vez no gramado do Allianz Parque, estádio do time para o qual torciam durante a infância: o Palmeiras.
 
"Sempre deixei claro, sempre falava nas minhas entrevistas, que eu tinha um carinho especial pelo Palmeiras desde criança. Na minha casa, todos eram corintianos. Hoje, são atleticanos. Mas minhas irmãs e meus pais eram corintianos. Eu era o único palmeirense em casa, tinha esse carinho", disse, em entrevista nesta segunda-feira, véspera da partida de ida da semifinal da Libertadores.
 
A paixão pelo Palmeiras o aproximou de um acordo com o clube pelo qual torcia. Antes de acertar com o Atlético, chegou a visitar o Allianz para acompanhar um jogo do time. Negociou com os paulistas, mas, sem receber a proposta nos valores que gostaria de receber, ficou livre para se mudar para BH.
 
"Depois que se torna profissional, você acaba torcendo para o time em que você trabalha. Comigo foi assim. Aqui, desde que cheguei, fui muito bem recebido. Sou muito grato a quem me estende as mãos. O Atlético não só me deu as mãos, como me deu morada, me deu tudo. Eu sou atleticano doente hoje, dou a vida pelo Atlético, entro em campo para dar o meu melhor", prosseguiu.
 
Novo parceiro de ataque de Hulk, o centroavante Diego Costa também é palmeirense. O sergipano, curiosamente, gostava do Corinthians, mas passou a torcer pelo Palmeiras nos anos 1990.

"Nossa, na época boa do Palmeiras não tinha como. Edmundo eu gostava demais na época do Palmeiras. Evair... só jogadorzaço! Mas eu vou ser bem sincero, antes de ser palmeirense, eu torcia para o Corinthians. Então, o Palmeiras veio para a fase boa e eu virei palmeirense (risos)", contou, em entrevista à ESPN Brasil antes de ser contratado pelo Atlético.
 
Assim como Hulk, Diego Costa também chegou a ser alvo do Palmeiras no mercado. Mais uma vez, as negociações não foram adiante. Caminho livre para o Atlético, que o contratou. Até aqui, tem dado certo: em quatro jogos (todos incompletos), já marcou dois gols.
 

Como vai jogar o Atlético?

 
O técnico Cuca não deu pistas do time que iniciará a partida contra o Palmeiras. Na vitória do último sábado sobre o Sport, o treinador testou uma formação com três atacantes, sendo Hulk e Diego Costa dois deles. O time funcionou bem e garantiu o triunfo ainda no primeiro (ambos balançaram as redes).
 
A maior dúvida é entre um time com quatro jogadores no meio ou com três atacantes. A tendência, no entanto, é de uma equipe mais fortalecida no meio-campo, sendo a primeira opção a escolhida pelo treinador atleticano.
 
Se optar mesmo por quatro meio-campistas, o time deve ter Allan, Jair, Zaracho e Nacho Fernández. O ataque, com dois jogadores, terá Hulk e mais um. Brigam pela vaga Diego Costa, Keno e Vargas. O primeiro é o favorito.
 
O treinador alvinegro tem uma preocupação para o confronto. Guilherme Arana, que levou uma pancada no joelho na vitória sobre o Sport, fez trabalho à parte na Cidade do Galo e é dúvida para enfrentar o Palmeiras. Caso ele não tenha condições, Dodô será o escolhido.

Como vai jogar o Palmeiras?

 
O Palmeiras deve ter força máxima no duelo contra o Atlético. O volante Danilo, que desfalcou a equipe na vitória sobre a Chapecoense, treinou com bola no fim de semana e deve entrar em campo. Caso ele não tenha condições, será substituído por Felipe Melo.
 
A outra dúvida do técnico Abel Ferreira é no ataque. Pelo desempenho em partidas recentes, é possível cravar a titularidade de Wesley e Dudu no ataque alviverde. O terceiro homem é uma incógnita, com Rony e Luiz Adriano como os principais candidatos à vaga. O primeiro é aposta de velocidade, como 'falso 9'; já o segundo, centroavante de origem, é o nome para um jogo posicional, de mais presença na área - embora também tenha boa movimentação.
 

PALMEIRAS X ATLÉTICO

 
Palmeiras
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Danilo (Felipe Melo) e Zé Rafael; Wesley, Raphael Veiga e Dudu; Luiz Adriano (Rony)
Técnico: Abel Ferreira
 
Atlético
Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Allan, Jair, Matías Zaracho e Nacho Fernández; Hulk e Diego Costa (Vargas)
Técnico: Cuca
 
Motivo: 1° jogo da semifinal da Copa Libertadores
Estádio: Allianz Parque, em São Paulo
Data: terça-feira, 21 de setembro
Horário: 21h30
Transmissão: TV Alterosa
 
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Super Esportes

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.