AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Bolsonaro produziu mais provas para inquéritos, avalia o STF



O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, responderá, nesta quarta-feira (08/09), aos discursos e ataques ao Supremo realizados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, nas manifestações deste 7 de setembro. A declaração de Fux ocorrerá na abertura da sessão plenária, quando será feita a leitura de uma nota conjunta assinada pela corte. Já se sabe, porém, que os ministros concluíram que Bolsonaro, em suas falas, acabou produzindo mais provas contra si nos inquéritos já em curso no STF e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os ministros se reuniram na noite desta terça (07/09), por meio de videoconferência, após o fim dos protestos pró-governo. Além das novas provas que deverão ser incluídas nos processos, Alexandre de Moraes deverá pedir a inclusão das novas declarações do presidente no inquérito das fake news, em razão dos novos ataques proferidos por Bolsonaro contra o sistema eletrônico de votação.

Atualmente, o presidente Bolsonaro responde a quatro investigações no STF: eventual interferência do presidente na Polícia Federal (PF); suposta prevaricação sobre irregularidades na negociação da vacina Covaxin; ataques às urnas eletrônicas; vazamento de dados de inquérito sigiloso da PF e a uma investigação do TSE, que apura ataques, sem provas, contra o sistema de votação eletrônico.

Estado de Minas

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.