AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Coluna - Luiz Fernando Alfredo


 Não conseguiram uma terceira via

Desde o início do governo Bolsonaro, o clima de ódio que se instalou no país, chega ser inexplicável, por mais que tenhamos arriscados palpites, cientistas políticos expondo definições oriundas dos primórdios das formações das comunidades, passando pelos estudos gregos, romanos, alemães, enfim chegando até a república desenvolvida e sugerida por Montesquieu, filósofo social francês e autor do espírito das leis e da criação dos três poderes da república, continuamos atônitos.

Os últimos acontecimentos do dia 12 de setembro, reunindo diversos desafetos de partidos e ideologias diferentes, em busca de uma terceira via, mesmo com a presença de nomes de expressão foi um verdadeiro fiasco, poucos adeptos, frustrando muitos e demonstrando que em 2022 será o clímax da polarização, ou seja, Bolsonaro, o povo, os políticos conservadores, contra o resto que são simpáticos ao modo de administrar da esquerda. 

Começando pelo gesto da Ministra Rosa Weber, ao dar de presente um exemplar da Constituição Federal ao recém eleito Presidente da República, Jair Bolsonaro, no dia da sua posse como Chefe do Governo Brasileiro, visto através dos meios de comunicações, em rede internacional, caracterizando deselegância e provocação, considerando que o empossado tinha trinta anos de experiência parlamentar, nós pensamos, este cara não governará fácil, pode ter sido uma “vitória de pirro”, dissemos ao amigo, então Prefeito, Antônio Silva no seu gabinete no dia seguinte, que por sinal apoia Bolsonaro incondicionalmente.

O corajoso, honesto e determinado Bolsonaro chegou até hoje cercado pelo ódio da esquerda e dos políticos contrários e o carinho do povo da bandeira verde e amarela. Fomos verificar suas dificuldades e feitos através da mídia convencional e redes sociais e ficamos estupefato!
Partindo do dia 14 de março de 2019, quando o Ministro Dias Tófoli, abriu o inquérito das Fake News, o qual foi passado para Alexandre de Moraes e este contrariando Raquel Dodge, manteve o inquérito e até a última ação em desfavor de Bolsonaro em 16 de agosto de 2021, quando a Ministra Carmem Lúcia cobrou da PGR uma manifestação sobre críticas de Bolsonaro às “urnas eletrônicas”, passaram pelo STF 121 ações, dando um total de 123 ações. 

Imaginemos como Bolsonaro deve ter incomodado esta nossa república cartorial, quantas “tetas” cortadas dos políticos, inclusive seus eis correligionários que devem ter pensado, estas ideias de Bolsonaro é coisa de calouro, logo ele adere. Frustraram e tentaram de tudo para que ele não governasse, mas verificamos suas obras também, mesmo diante de uma pandemia, um cofre vazio e suas atitudes, que não tem como relacionar todos os benefícios para não estendermos, ficamos mais crentes que este Brasil tem jeito e vale a pena lutarmos por ele.

Guerras não são racionais, revoluções internas e fratricidas também não, mas precisamos lutar pela nossa liberdade através do brado retumbante e do voto. 

Uma ideia na cabeça de uma só pessoa, que conseguiu transferir para o coração da maioria do povo brasileiro, contra tudo e todos, é indecifrável. Achamos que esta obra não é da terra.
Fiquem com Deus!


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.