AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Esplanada dos Ministérios fecha para manifestações de 7 de setembro



Devido às manifestações a favor e contra o governo de Jair Bolsonaro, previstas para terça-feira - 7 de Setembro, feriado do Dia da Independência -, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) adotou diversas medidas para garantir a segurança da população. Uma delas é o policiamento em toda a região central de Brasília. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) realizará linhas de revistas pessoais e bloqueios nas principais vias da Esplanada dos Ministérios e nas proximidades da Torre de TV. O desvio no transito começou na noite de domingo (5/9). Conforme adotado em outros atos, o acesso à Praça dos Três Poderes será restrito.

Alguns objetos estão proibidos (veja Itens proibidos), e o uso de drones no espaço aéreo é limitado. Os eventos serão monitorados pelo Centro Integrado de Operação de Brasília (Ciob), que reúne 29 órgãos, instituições e agências do Governo do Distrito Federal (GDF) voltadas à segurança, à saúde, à mobilidade e à fiscalização.

Chefe do Planejamento do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), major Keldison ressalta a importância da tolerância entre os grupos que participarão dos atos. "Pedimos que seja mantido o respeito entre as pessoas e movimentos, dando espaço às manifestações de forma democrática, pois temos espaço suficiente para que todos exerçam seus direitos de manifestação e de livre expressão", destaca o militar.

Os atos serão realizados em dois locais: Esplanada dos Ministérios e Torre de TV. Os manifestantes a favor do governo ficarão na Esplanada. Treze grupos foram cadastrados pelo Núcleo de Atividades Especiais (Nucae). O ponto de encontro será na Biblioteca Nacional e, de lá, seguirão pelos ministérios, podendo chegar até a ligação entre as vias S1 e N1. Prédios públicos e monumentos estarão fechados com gradil e haverá bloqueio policial.

Os manifestantes contrários ao governo podem se concentrar no estacionamento da Torre de TV, a partir das 8h, ao lado da Praça das Fontes. Em caminhada, eles seguirão, a partir das 10h, até o Memorial dos Povos Indígenas. A PMDF fará a segurança do perímetro e acompanhará todo o trajeto.

Os flagrantes serão direcionados para o Departamento de Polícia Especializada no Parque da Cidade. A base funcionará exclusivamente para atender às demandas dos protestos. As outras ocorrências estarão concentradas na 5º Delegacia de Polícia. Haverá uma central de denúncias específicas para os atos, onde os registros serão direcionados ao Ciob.

Precauções

A orientação do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) é que as pessoas usem protetor solar, roupas leves, bonés, chapéus e recomendam o consumo de bastante água. Para garantir o atendimento, a corporação estará em diferentes pontos da Esplanada e poderá ser acionada para socorro. Haverá viaturas para atendimento emergênciais, pré-hospitalares, incêndio e salvamento.

O CBMDF explica que, em caso de emergência, é necessário acionar o 193. Os bombeiros vão utilizar, ainda, uma Plataforma de Observação Elevada, com câmeras de alta resolução e alcance acoplados. A plataforma possui cinco câmeras que podem chegar a 15 metros de altura, sendo três fixas, uma térmica e uma giratória.

A reportagem conversou com o especialista em segurança pública Leonardo Sant'Anna. "O primeiro ponto é o horário de chegada. A pessoa deve garantir que vai conseguir estacionar em um local bem posicionado, que não fique distante demais das manifestações, para que ela não demore a chegar ao veículo, mas também que ela não possa ser impedida de sair por outro carro estacionado. Isso é um facilitador importante, caso a pessoa passe mal ou precise deixar a manifestação", explica.

Outra sugestão é identificar as crianças, caso alguém as leve para as manifestações. "Nela, o responsável pode colocar alguns dados fundamentais. Também é importante seguir as orientações das forças de segurança", destaca.

Leonardo sugere usar a tecnologia como recurso. "Muitos aparelhos oferecem a localização em tempo real. Isso ajuda a ter sempre alguém da família ciente de onde você está realmente. Outra coisa é que muitos celulares têm recursos de emergência, que podem mandar alertas para algum contato selecionado", finaliza.

*Estagiária sob a supervisão de Adson Boaventura

Itens proibidos

» Fogos de artifício e similares

» Armas em geral

» Apontador a laser ou similares

» Artefatos explosivos

» Sprays e aerossóis

» Mastros confeccionados com qualquer tipo de material para sustentar, ou não, bandeiras e cartazes

» Fogões e similares que utilizem gás e/ou eletricidade

» Garrafas de vidro e latas

» Armas de brinquedo, réplicas, simulacros e quaisquer itens que possuam aparência de arma de fogo

» Drogas ilícitas, conforme a legislação brasileira

» Substâncias inflamáveis de qualquer tamanho ou tipo

» Armas brancas ou qualquer objeto que possa causar ferimentos, mesmo que representem utensílios de trabalho ou cultural (a exemplo: tesouras, martelos, flechas, tacos, tacape, brocas)

» Quaisquer outros itens a serem divulgados, com antecedência mínima de 24h da operação, pela PMDF, SSP-DF ou GDF

Vias fechadas

A favor do governo Bolsonaro

» Bloqueio, desde a noite de ontem, do trânsito na Esplanada dos Ministérios, entre a alça leste da Rodoviária do Plano Piloto até o 1º Grupamento de Bombeiro Militar, próximo à L4 norte

» Para quem precisa acessar a região, serão usadas as vias N2 e parte da S2, entre os ministérios e anexos

» Os ônibus das comitivas, assim como motocicletas e cavalos, deverão ser deixados no estacionamento da Praça da Cidadania, ao lado do Teatro Nacional

» Policiais militares e agentes do Detran estarão nas vias W3 Norte (N2 e N3) e W3 Sul (S2
e S3) para controle do trânsito

» Manifestantes podem usar os estacionamentos da Rodoviária do Plano Piloto e dos setores de Autarquia, Bancário e Comercial. Estacionar somente nos locais permitidos, pois haverá fiscalização dos órgãos
de trânsito

Contra o governo Bolsonaro

» Bloqueio, a partir das 6h de amanhã, dos veículos na altura da W3 até a Funarte, no Eixo Monumental - vias N1 e S1

» Os manifestantes podem estacionar na área do Setor Hoteleiro Norte, Palácio do Buriti e Tribunal de Contas do DF e Territórios (TJDFT). O estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha é privativo

» O Eixão do Lazer funcionará normalmente, ou seja, para a passagem de pedestres e fechado para
veículos. A W3 estará aberta para o trânsito de veículos

» A reabertura das vias será feita após o fim das manifestações e dispersão do público

fonte: PMDF

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.